ATOS INFRACIONAIS E VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS DE ADOLESCENTES :

A CRIMINALIZAÇÃO DA POBREZA

  • Rosangela Barbiani Universidade do Vale do Rio dos Sinos -UNISINOS
  • Mariana Ramalho Rodrigues
  • Sandra Maria Cezar Leal
  • Taiana Beltrame Miguel

Resumo

Este artigo tematiza o fenômeno da criminalização da juventude, tipificada como atos infracionais, em contextos de violência e violação de direitos, face à cultura punitiva engendrada pela sociedade capitalista. Seu objetivo foi conferir visibilidade aos determinantes sociais que colocam em risco a vida de adolescentes, seja na condição de autores, seja na condição de vítimas da violência. Trata-se de estudo de caso de abordagem qualitativa, realizado com representantes do Sistema de Garantia de Direitos e da rede de atendimento de um município do sul do país. A análise de conteúdo do tipo temática apontou duas categorias para entendimento do fenômeno desde a perspectiva de totalidade: a cidade em suas configurações históricas e sociais de (re)produção da cultura da violência e da invisibilidade social dos adolescentes e a condição juvenil em vulnerabilidade: trajetórias de criminalização da pobreza.

Publicado
2022-03-31