ENTRE A POESIA E O FANDOM, UM PARAÍSO (RE)CONQUISTADO EM MÍDIAS DIGITAIS

  • Eliane Fernandes Azzari Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Bruna Eduarda Ignácio PUC-Campinas

Resumo

Neste trabalho, de caráter interdisciplinar, apresentamos resultados de nossa pesquisa que adotou a etnografia digital como orientação metodológica para investigar o ciberespaço. Especificamente, identificamos e coletamos diferentes tipos de textos que advêm do diálogo que leitores contemporâneos estabelecem com o poema Paradise Lost (“O Paraíso Perdido”), escrito por John Milton, no século dezessete. Em nossa análise, encontramos apoio em algumas das concepções bakhtinianas acerca da natureza dialógica da linguagem para apontar que os dados que selecionamos caracterizam réplicas ativas que os sujeitos-leitores dos dias correntes fazem ao poema inglês. Nossa investigação também esclarece que esses enunciadores, que se declaram afeitos ao texto de Milton, usam recursos tais quais a multimodalidade para criar e circular suas produções em redes sociais e comunidades de fãs em/por diferentes mídias digitais. Assim, as produções destacadas em nossa discussão evidenciam práticas letradas que, (re)configuradas em paisagem digital, corroboram nossa visão de que os leitores dos dias correntes, reunidos em ambientes digitais e imersos na cultura participativa, (re)escrevem e compartilham textos (de/por modos e meios diversos), que estreitam laços entre aquele ainda tradicionalmente prestigiado no âmbito do cânone literário e outros mais atuais, tipificados no contexto digital.

Biografia do Autor

{$author}, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

ORCID Id: https://orcid.org/0000-0003-3861-0712

Publicado
2021-10-18