PROTOCOLO DE REABILITAÇÃO EM PACIENTES COM SÍNDROME DOLOROSA COMPLEXA REGIONAL TIPO I NA REGIÃO DA MÃO

  • Fernanda Aline Dos Santos Braz Cubas
Palavras-chave: causalgia, distrofia simpática reflexa, reabilitação e terapia.

Resumo

RESUMO

 

Introdução: A síndrome dolorosa complexa regional tipo I (SDCR I) é uma síndrome debilitante de dor intensa com alterações autonômicas, sensitiva e motora; pode ser adquirida de forma espontânea ou provocada. Não se tem um critério específico para se diagnosticar a SDCR, o que se sabe é que na maior parte das vezes ela ocorre pós-trauma, ansiedade e um significante entorse que se apresenta de uma forma bem mais agressiva e prolongada do que o esperado. Tem uma predominância maior nas alterações motoras, que podem levar o portador a desenvolver várias limitações funcionais, ansiedade e depressão. Ao acometer membros superiores, a movimentação do ombro e extremidades ficam comprometidas, podendo afetar os nervos do plexo braquial, mediano, ulnar e o radial. Objetivo: Desenvolver um protocolo reabilitação fisioterapêutica para pacientes com síndrome dolorosa complexa regional do tipo I na região da mão. Metodologia: Tratou-se de um estudo de levantamento bibliográfico pesquisados nas bases de dados da pubmed, Scientific Electronic Library Online (Scielo) e Google acadêmico, Bireme, Lilacs e Medline. Artigos foram analisados e relacionados com os ganhos de melhora da dor e funcionalidade; posteriormente, os resultados foram tabulados em Excel e comparados entre si, para a criação de um protocolo de reabilitação. Resultados: Fase 1: Tratamento consiste na mobilização precoce do membro afetado; Massagem no local; Cinesioterapia; Hidroterapia; TENS. Fase 2: Tratamento consiste na hidroterapia; Mobilização ativa e ativa assistida; Fortalecimento muscular; Treino de habilidades funcionais; TENS. Fase 3: Tratamento consiste na hidroterapia; Mobilização articular; TENS. Conclusão: A Fisioterapia tem uma importância significativa na melhora dos scores de dor e movimentação do membro afetado pela SDCR I, notando a extrema importância de um tratamento realizado pelo profissional Fisioterapeuta associada ao tratamento multidisciplinar.

 

 

Publicado
2023-04-11
Como Citar
Dos Santos, F. A. (2023). PROTOCOLO DE REABILITAÇÃO EM PACIENTES COM SÍNDROME DOLOROSA COMPLEXA REGIONAL TIPO I NA REGIÃO DA MÃO. Diálogos Interdisciplinares, 12(1), 165-177. Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1090