FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DO OMBRO DOLOROSO EM PACIENTES HEMIPLÉGICOS

REVISÃO DA LITERATURA

  • Gustavo Vinicius Rodrigues Centro universitário Bráz cubas
Palavras-chave: Acidente Vascular Encefálico; Ombro doloroso; Reabilitação Neurológica, Fisioterapia; Hemiplegia.

Resumo

Introdução: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) traduz-se por uma alteração na irrigação sanguínea encefálica local, acarretando déficits neurológicos, como a hemiplegia, que podem trazer prejuízos na funcionalidade do indivíduo, interferindo na realização de suas atividades de vida diária. Objetivo: Realizar o levantamento bibliográfico sobre as repercussões clínicas e em reabilitação no paciente com hemiplegia associada ao ombro doloroso. Metodologia: Caracteriza-se como um estudo de revisão bibliográfica, onde se realizou uma busca eletrônica nas seguintes bases de dados: LILACS, SCIELO e repositórios em bibliotecas digitais de diversas universidades, publicados entre os anos de 2000 e 2020. Os critérios de inclusão definidos para a seleção dos artigos foram: artigos que retratassem a temática referente ao estudo e artigos publicados de 2000 a 2020. Os critérios de exclusão foram: não atenderem às variáveis estudadas; baixa qualidade metodológica e de evidências científicas. Resultados: Foram selecionados 24 artigos para compor o trabalho, sendo que apenas quatro foram incluídos. Conclusão: a Fisioterapia contribui para a redução de dor e, consequentemente, redução de subluxação, ganho de controle motor, aumento da amplitude de movimento, melhora na sensibilidade, simetria postural, contribuindo também para o processo de inibição recíproca e repercutindo sobre a funcionalidade. As técnicas de cinesioterapia clássica e FNP e os recursos da eletroestimulação funcional, da toxina botulínica e da bandagem funcional foram os elementos mais utilizados no processo reabilitação do ombro hemiplégico, tendo evidenciado a relevância e importância deles na condução do tratamento.

Publicado
2023-04-11
Como Citar
Rodrigues, G. V. (2023). FISIOTERAPIA NA PREVENÇÃO E TRATAMENTO DO OMBRO DOLOROSO EM PACIENTES HEMIPLÉGICOS: REVISÃO DA LITERATURA. Diálogos Interdisciplinares, 12(1), 179-188. Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1091