ATENÇÃO AO IDOSO EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA

  • Adriana Aparecida Ferreira de Souza Universidade de Mogi das Cruzes, SP
  • Sueli dos Santos Vitorino Instituto Educatie Hoog de Ensino e Pesquisa, Mogi das Cruzes, SP
  • Samira Aparecida Cardoso Ninomya Universidade Braz Cubas
Palavras-chave: ILPI, idosos institucionalizados, envelhecimento

Resumo

RESUMO:

Com o aumento da longevidade, bem como da população idosa, há a necessidade do aperfeiçoamento dos serviços especializados voltados para esta população. Entre esses serviços encontram-se as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), que possui, entre suas funções, a de auxiliar o idoso que apresenta limitações para realizar atividades da vida diária Objetivo. Identificar as características institucionais de uma ILPI no atendimento aos idosos. Método. Participou do estudo de caso uma ILPI da região do Alto Tietê, SP, que atende a 33 idosos. Para coleta de dados foi realizada entrevista com a coordenadora administrativa em visita in loco. Os dados foram transcritos e descritivamente analisados. Resultados. Compõe o quadro de funcionários da ILPI 12 auxiliares de serviços gerais (44h 12x36); 11 cuidadores de idosos (44h 12x36); uma coordenadora de cuidadores de idoso (enfermeira – 20h semanais); caseiro; coordenadora administrativa; terapeuta ocupacional (12h semanais); psicóloga (30h semanais); assistente social (30h semanais); nutricionista; e como voluntários um médico clínico geral; um médico oftalmologista e um fisioterapeuta. Entre as atividades oferecidas aos idosos estão os cuidados de enfermagem com cuidados diários como alimentação, medicação, banho, etc.; atendimento psicológico; nutrição; terapia ocupacional, semanalmente fisioterapia e atendimento médico pelos profissionais voluntários. O perfil das pessoas atendidas pela instituição são de idosos carentes, sozinhos, que sofreram maus tratos ou que foram abandonados pela família. Conclusão. A instituição é adequada ao perfil do cliente idoso atendido. Muito é abordado sobre o perfil de idosos carentes e abandonados que vivem em situação de fragilidade social, física e emocional, porém na experiência supracitada é percebido que os idosos apresentam satisfação para com a instituição e para com seus cuidadores. Todavia, pode-se dizer que um ambiente com boa infraestrutura e profissionais humanizados no cuidado e atenção ao idoso, proporciona uma melhora em qualidade de vida e prolongamento de sua existência.

Palavras-chave: ILPI, idosos institucionalizados, envelhecimento.

WATCHING THE ELDERLY IN AN INSTITUTION OF LONG STAY

Abstract:

With the increasing of longevity and the aging population, there is need for the improvement of specialized services aimed at this population. Among these services are the long-stay institutions for the Elderly (ILPIs), which have, among its functions, to assist the elderly that has limitations to perform activities of daily routines. Objective: Identify the institutional features of an ILPI in elderly care. Methodology: He participated in the ILPI study case in Alto Tiete region, SP, serving 33 seniors. For data collection an interview with the administrative coordinator was conducted. Data were transcribed and analyzed descriptively. Results. 12 people work at the ILPI with general services (44h 12x36); 11 elderly caregivers (44h 12x36); a coordinator of elderly caregivers (nurse - 20h weekly); a janitor; an administrative coordinator; Occupational Therapist (12 hours weekly); psychologist (30h per week); social worker (30h per week); nutritionist; and volunteers as a physician; an ophthalmologist and a physical therapist. Among the activities offered to seniors are nursing care and daily care such as food, medication, bathing, etc .; psychological care; nutrition; occupational therapy, physical therapy and weekly medical care by volunteer professionals. The profiles of the people served by the institution are needy elderly who have suffered abuse or were abandoned by their families. Conclusion. The institution is adequate to the elderly customer profile. There has been a lot of discussion about the profile of needy and abandoned elderly people living in a situation of social, physical and emotional fragility, but this study shows that the elderly in this institution present satisfaction with their caregivers. However, it can be said that an environment with good infrastructure and humanized professional care and care for the elderly, provides an improvement in quality of life and makes their existence longer.

Keywords: LCFE, institutionalized elderly, aging.

Biografia do Autor

Adriana Aparecida Ferreira de Souza, Universidade de Mogi das Cruzes, SP
Instituto Educatie Hoog de Ensino e Pesquisa, Mogi das Cruzes/SP. Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Mogi das Cruzes (2001), Mestrado em Psicologia Escolar (2004) e Doutorado em Psicologia como Profissão e Ciência pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Atualmente é professor da Universidade de Mogi das Cruzes. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Desenvolvimento e Avaliação Psicológica. Faz parte do grupo de Pesquisa Psicologia do Idoso. Estuda criatividade, habilidades cognitivas e sua influência no desenvolvimento infantil até a velhice.
Sueli dos Santos Vitorino, Instituto Educatie Hoog de Ensino e Pesquisa, Mogi das Cruzes, SP

Instituto Educatie Hoog de Ensino e Pesquisa, Mogi das Cruzes/SP. Mestre em Ciências do Envelhecimento pela Universidade São Judas Tadeu. Psicóloga formada na mesma universidade. Com experiência na área de Psicologia clínica e Pesquisa. Enfatisa o estudo dos Papéis e Estruturas Sociais, tanto individuais quanto em grupo. Possui ampla vivência em estruturação de projetos especiais, para empresas privadas, focalizando demandas e grupos específicos. Palestrante na área de Metodologia e Seminários de Pesquisa e Psicologia do desenvolvimento. Participante do grupo de pesquisa em Psicologia do Idoso.

Samira Aparecida Cardoso Ninomya, Universidade Braz Cubas
Psicóloga, Mestranda do curso de Psicogerontologia pelo Instituto Educatie Hoog de Ensino e Pesquisa. Mogi das Cruzes/SP. Graduada em Psicologia pela Universidade Braz Cubas e Pós-graduada em Recursos Humanos em Gestão de Negócios pela USJT. Atualmente é Professor da Universidade Braz Cubas. Tem experiência na área de Psicologia, atuação estratégica em Recursos Humanos/Gestão de Pessoas, com ênfase em Treinamento e Desenvolvimento, Captação e Retenção de Capital Humano, Administração de Remuneração e Benefícios, Responsável por Programas de Qualidade de Vida e Responsabilidade Social.
Publicado
2015-09-24
Como Citar
Souza, A. A. F. de, Vitorino, S. dos S., & Ninomya, S. A. C. (2015). ATENÇÃO AO IDOSO EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA. Diálogos Interdisciplinares, 4(2), 1-13. Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/110
Seção
Artigos