UMA ANÁLISE DA REPRESENTATIVIDADE DO ENSINO A DISTÂNCIA NO BRASIL

  • Jonas Fernando Petry Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), bolsista do Programa RH-Doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Professor da Universidade Federal do Amazonas, Mestrado em Administração pelo Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (ESAG).
  • Danielle Paná Vergini Mestranda do programa de Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blume¬nau (FURB), Licenciatura em Matemática pela FURB
  • Gustavo da Rosa Borges Doutor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blume-nau (FURB), Mestrado em Administração pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (UNISINOS) – gutavodarosaborges@gmail.com
  • Roberto Carlos Klann Doutor em Ciências Contábeis e Administração pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Mestrado e Graduação em Ciências Contábeis pela FURB – rklann@furb.br
Palavras-chave: ensino a distância, EAD no Brasil, conceitos, história.

Resumo

Este artigo tem como objetivo, por meio de um estudo transversal descritivo e analítico do conjunto de variáveis, através da estatística descritiva de frequência, analisar se a EAD possui representatividade no acesso ao ensino superior no Brasil. Constatou-se que a EAD possui representatividade efetiva nas políticas sociais de acesso ao ensino. No entanto, 90,3% dos cursos são oferecidos pelas instituições privadas. O surgimento, as fusões e o realinhamento dessas instituições contribuíram para o aparecimento de cursos na modalidade. Constatou-se também que o impacto das políticas de inclusão social parece ter fomentado o fenômeno do realinhamento das instituições de ensino, assim como ocorreu em outros países.

Biografia do Autor

{$author}, Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), bolsista do Programa RH-Doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Professor da Universidade Federal do Amazonas, Mestrado em Administração pelo Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (ESAG).

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), bolsista do Programa RH-Doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM), Professor da Universidade Federal do Amazonas, Mestrado em Administração pelo Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (ESAG).

{$author}, Mestranda do programa de Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blume¬nau (FURB), Licenciatura em Matemática pela FURB
Mestranda do programa de Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blume­nau (FURB), Licenciatura em Matemática pela FURB
{$author}, Doutor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blume-nau (FURB), Mestrado em Administração pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (UNISINOS) – gutavodarosaborges@gmail.com

Doutor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blume­nau (FURB), Mestrado em Administração pela Universidade do Vale do Rio do Sinos (UNISINOS) – gutavodarosaborges@gmail.com

{$author}, Doutor em Ciências Contábeis e Administração pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Mestrado e Graduação em Ciências Contábeis pela FURB – rklann@furb.br
Doutor em Ciências Contábeis e Administração pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis e Administração da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Mestrado e Graduação em Ciências Contábeis pela FURB – rklann@furb.br
Publicado
2016-05-06
Seção
Artigos