ESTRESSE PSICOLÓGICO DO INDIVÍDUO ADULTO APÓS O TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO HEMATOPOIÉTICAS: REVISÃO INTEGRATIVA

  • Tamires Daiane da Silva Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Transplante de Medula Óssea, Psicologia, Estresse psicológico

Resumo

Imediatamente após a realização do transplante de células-tronco hematopoiéticas o indivíduo adulto passa por um quadro de estresse psicológico, que tende a melhorar no período pós-transplante tardio. Este estudo teve como objetivo investigar a presença de estresse psicológico em indivíduos adultos submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas no período pós-transplante imediato e pós-transplante tardio. Trata-se de uma revisão integrativa com busca nas bases de dados: PsycINFO®, Web of Science®, Periódicos CAPES®, Pubmed/Medline®, Google Scholar® e Scopus®, com os descritores: Transplante de Medula Óssea, Psicologia, Psico-Oncologia, Sofrimento Mental, Depressão, Ansiedade e Estresse. Foram encontrados 1517 artigos no período de 2009 a 2020 de acordo com os seguintes critérios de inclusão: artigos de estudos transversais, estudos prospectivos, revisões sistemáticas, revisões integrativas e relatos de caso; que identificaram estresse psicológico em indivíduos após o TCTH; publicados nos idiomas português, inglês e/ou espanhol; e que estivessem disponíveis online. Após análise dos artigos encontrados, foram selecionados 6 artigos que compuseram a amostra final. O estresse psicológico após o TCTH imediato pode ser resultante da complexidade e intensidade do tratamento a qual o indivíduo foi submetido, gerando situações de medo da rejeição do transplante, da recidiva da doença, da morte além de  uma  rigorosa necessidade de autocuidado; no período do transplante tardio esse estresse tende a diminuir e o indivíduo pode desenvolver estratégias de enfrentamento, como por exemplo, ressignificação da vida, retomada das atividades diárias, maior dedicação à família, atitudes essas que favorecerão o prognóstico e processo de reabilitação. As limitações encontradas nesta revisão são decorrentes da escassez na literatura científica, em relação ao estresse psicológico que acometem indivíduos adultos após o TCTH. Desta forma, novos estudos prospectivos precisam ser realizados abordando especificamente indivíduos adultos sob tratamento de TCTH, antes, durante e após o procedimento médico.

Publicado
2021-10-18