Ensino sobre cuidados paliativos nos cursos da área de saúde:

apontamentos sobre lacunas e caminhos

  • Maria Caroline Volpin Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Esther Luiz Ferreira
  • Aline Appoloni Eduardo
  • Tariana Barbieri Bombarda
Palavras-chave: : Cuidados paliativos; Educação superior; Capacitação profissional.

Resumo

Introdução: Compreende-se que o ensino de cuidados paliativos deva ser realizado de maneira sistemática nos cursos de graduação e pós-graduação, assim como acontece nas outras áreas de atuação em saúde, como via para garantir assistência qualificada aos que necessitam. Contudo, matrizes de competências essenciais em cuidados paliativos ainda estão sendo desenvolvidas no Brasil. Objetivo: Apresentar o cenário de ensino dos cuidados paliativos nos cursos da área de saúde de uma universidade federal da região sudeste brasileira. Método: Trata-se de um estudo documental, sendo objeto de análise os projetos pedagógicos, matrizes curriculares e planos de ensino de cinco cursos da área da saúde. Os documentos foram obtidos a partir de consulta aos sites oficiais de cada curso e de consulta ao sistema integrado de gestão acadêmica da universidade. Após as leituras dos documentos, os dados foram organizados de forma descritiva em planilhas, sendo a sistematização das informações norteada pelos fundamentos e princípios dos cuidados paliativos. Resultados: Verificou-se ausência da descrição nos projetos pedagógicos de habilidades e competências preconizadas para atuação dos cuidados paliativos, ausência de disciplinas específicas sobre a temática, menção de conteúdos pontuais sobre o tema, escassez de conteúdos balizadores para a prática paliativa e reduzido quantitativo de referências bibliográficas envolvendo o tema constando nas ementas das disciplinas dos diferentes currículos. Conclusão: Compreende-se que há fragilidades no processo de formação em cuidados paliativos nos diferentes cursos avaliados, sendo a proposição de uma disciplina interdepartamental um caminho vislumbrado como redutor das lacunas constatadas, uma vez que mudanças curriculares imbricam em maiores dificuldades e prazos. 

Publicado
2022-03-31