DESIGUALDADE E POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCLUSÃO NO ÂMBITO DA EXECUÇÃO CRIMINAL

Resumo

O presente artigo aborda o avanço da metropolização, a desigualdade social e seus reflexos na violência e criminalidade nas grandes cidades. A forma de como o Estado muito vem exercendo o seu poder opressor e punitivo e pouco vem investindo em políticas públicas de inclusão social no âmbito prisional capazes de frear estes indicadores. O objetivo principal é discutir como estas  políticas públicas de investimento no sistema prisional são capazes de diminuir os indicadores de violência e criminalidade nas grandes metrópoles, tendo como base princípios metodológicos da educação não escolar no ambiente prisional.

Biografia do Autor

Vinicius Guimarães Silva, Universidade Feevaçe

Mestrando em Diversidade Cultural e Inclusão Social pela Universidade FEEVALE. Especialização MBA em Gestão Pública pela UNIASSELVI (2022). Especialização em Docência no Ensino Superior pela UNIASSELVI (2020). Especialização em Direito Penal e Processo Penal pela UNIASSELVI (2019). Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais - Direito pela FADERGS (2013).

Publicado
2023-07-13
Como Citar
Moura, E. P. G. de, & Silva, V. G. (2023). DESIGUALDADE E POLÍTICAS PÚBLICAS DE INCLUSÃO NO ÂMBITO DA EXECUÇÃO CRIMINAL. Diálogos Interdisciplinares, 14(3), 154-165. Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1320