SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL - SETOR PÚBLICO E SETOR PRIVADO

  • Juliana Sayuri Ongawa Silva Centro Universitário Braz Cubas
  • Rafael dos Santos Carvalho
  • Debora Beatriz Santiago de Moraes
  • Hernani Tabarelli Matias
Palavras-chave: Construção Sustentável; Certificação LEED; Bairro Sustentável.

Resumo

A sustentabilidade teve sua primeira abordagem em conferências, na comissão da Organização das Nações Unidas – ONU, em 1972, porém sem grandes resultados. Em 1987, foi consolidado o marco da sustentabilidade com o Relatório de Brundtland, em que o conceito se faz presente até os dias atuais. A partir desse marco, foi estabelecido um novo conceito de Desenvolvimento Sustentável, com o intuito de equilibrar o tripé da sustentabiliadade, sendo o econômico, social e ambiental. O mesmo se torna amplo em vários seguimentos, e a construção civil tem participação direta, devido ao crescimento desordenado populacional, que faz com que aumente a demanda de obras de curto prazo, gerando resíduos e desperdícios de materiais. Os métodos de construções inovadoras vem ganhando notoriedade e fica notável a possibilidade de se ter projetos com cunho sustentável, no meio de grandes cidades, tanto no setor público como no setor privado. E as certificações sustentáveis aparecem para concretizar e transparecer essas implementações de projetos tecnologicos, visando melhoria do meio ambiente. O presente trabalho busca apresentar uma pesquisa explicativa, explorando e expondo pontos positivos da sustentabilidade na construção civil, no setor público e privado. O bairro Jardim das Perdizes e a Secretaria de Infraestrutura e obras, ambas localizadas em São Paulo, monstram iniciativas positivas para o crescimento das implantações de ações com cunho sociambiental.

Publicado
2023-07-13
Como Citar
Ongawa Silva, J. S., Carvalho, R. dos S., Moraes, D. B. S. de, & Matias, H. T. (2023). SUSTENTABILIDADE NA CONSTRUÇÃO CIVIL - SETOR PÚBLICO E SETOR PRIVADO. Diálogos Interdisciplinares, 14(3), 181-193. Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1324

Most read articles by the same author(s)