A auditoria interna como ferramenta de gestão na administração pública indireta

  • Denise Neme Brisolla Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina no Trabalho (FUNDACENTRO)
Palavras-chave: Gestão, Planejamento, Acompanhamento e Parceria

Resumo

Esse trabalho, por meio de análises bibliográficas, tem o objetivo de fundamentar a Auditoria Interna na gestão da Administração Pública Indireta. No intuito de descrever as obrigações legais e éticas da auditoria interna e da administração, o planejamento das atividades de auditoria voltadas a obter soluções, bem como, a prevenção de erros e fraudes na administração. A auditoria deve se voltar a sua própria gestão com o planejamento eficiente que leve e eleva a aprovação das contas junto ao Controle Interno, Controladoria Geral da União/Secretaria Federal de Controle Interno. Apresentar os problemas existentes entre o planejamento e o resultado da gestão anual da auditoria, isto é a execução. O assessoramento da auditoria interna à autoridade superior do órgão poderá o gestor alcançar a aprovação do uso dos recursos públicos, portanto a aprovação das contas da instituição a qual responde. Afinal todo gestor público tem que prestar contas anualmente, conforme a Constituição Federal do Brasil, (BRASIL, 1988).
Publicado
2013-09-09
Seção
Artigos