IMAGENS DO COTIDIANO:

representação da enfermagem nas artes plásticas

  • Camila Cristina Rodrigues

Resumo

Resumo: O estudo tem em sua proposta análise da representação social do sujeito Enfermeiro, seus valores e identidade no eixo da história representado através das artes plásticas do século XVI e XVII. A historiografia da profissionalização da enfermagem revela que independente da origem de gênero, étnica ou condição social, promulga no imaginário coletivo mitos sobre o sujeito, actâncias e discursos da enfermagem/enfermeiro nos espaços-históricos decorrente do período pré-profissionalização. Adotou-se como referencial téorico-metodológico a Teoria Fenomelogógica do pensamento de Merleau-Ponty e da Teoria Semiótica pautada nos estudos de Greimas, da Semântica e Lexicologia. Caracteriza-se como um estudo histórico-social de abordagem documental para o levantamento das representações sociais através artes plásticas referente a cenas do cotidiano e sua articulação com a enfermagem. Inscreve-se em um campo interdisciplinar amparado nas Ciências Humanas e Sociais. É possível verificar que as imagens do cotidiano permeiam as representações sociais atribuídas ao sujeito enfermeiro e que a relação entre o indivíduo e o mundo social é ditada pela percepção do mundo que o “indivíduo” possui onde passa ser o seu conhecimento, sendo este influenciado pelo próprio mundo e pelo seu significado subjetivo.

Palavras-Chave: Imagens, Representação, Arte e Enfermagem.

Abstract:

 

The study has in its proposal analysis of the social representation of the subject Nurse, its values ​​and identity in the axis of history represented through the plastic arts of the sixteenth and seventeenth centuries. The historiography of nursing professionalization reveals that regardless of the origin of gender, ethnic or social condition, it promulgates in the collective imaginary myths about the subject, acts and discourses of the nursing / nurses in the historical spaces resulting from the pre-professionalization period. The theoretical-methodological frame of reference was the Phenomelogical Theory of Merleau-Ponty Thought and Semiotic Theory based on Greimas, Semantics and Lexicology. It is characterized as a historical-social study of a documentary approach to the survey of social representations through plastic arts referring to scenes of daily life and its articulation with nursing. It is part of an interdisciplinary field supported by the Humanities and Social Sciences. It is possible to verify that daily images permeate the social representations attributed to the subject nurse and that the relationship between the individual and the social world is dictated by the perception of the world that the "individual" possesses where his knowledge passes, being influenced by the Own world and its subjective meaning.

Keywords: Images, Representation, Art and Nursing.

Biografia do Autor

Camila Cristina Rodrigues

Enfermeira. Professora da Graduação de Enfermagem da Universidade Braz Cubas - UBC. Mestre - Programa de Mestrado em Semiótica, Tecnologias da Informação e Educação- UBC

Publicado
2017-11-01