Mudança nas Bases da Competição: O Caso Visa Vale

  • Milton dos Santos Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Competitividade, cadeia de negócios, tecnologias da informação, refeição-convênio

Resumo

Os anos 1980 foram profícuos na produção acadêmica que procurava compreender os impactos das Tecnologias da Informação (TIs) e seus diversos desdobramentos. Este período assistiu, também, ao surgimento e crescimento da teoria competitiva de Michael Porter, um marco nos estudos sobre estratégia. A utilização deste referencial para compreensão dos impactos estratégicos das TIs nos negócios fundamentou a publicação de diversos outros trabalhos. Este artigo tem como objetivo avaliar a contribuição da teoria de competitividade de Porter para a compreensão de um caso de alteração das bases de competição ocorrido no Brasil no setor de Refeição-Convênio, com a entrada de um novo competidor, cuja estrutura e forma de atuação fortemente baseadas nas TIs provocaram alterações substanciais na dinâmica competitiva do setor e lançaram elementos estruturais e organizacionais que tendem a se tornar um novo paradigma de competitividade para o setor. O estudo de caso apresentado é particularmente rico por permitir explorar os diversos elementos expressos por Porter e Millar em seu trabalho de 1985 e ressaltar a adequação e atualidade de suas proposições.
Publicado
2014-02-14
Seção
Artigos