VALORES ORGANIZACIONAIS

UM ESTUDO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA NACIONAL, ENTRE 2012 E 2016, NAS ÁREAS DE ADMINISTRAÇÃO, PSICOLOGIA E INTERDISCIPLINAR

  • Ademir Andrade Bicalho Junior Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Jorge Luiz Lordêlo de Sales Ribeiro Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Resumo

Os valores organizacionais, núcleo da cultura organizacional, são princípios que orientam o comportamento, objetivos e interações organizacionais. O presente trabalho buscou apresentar o atual cenário da produção científica nacional sobre valores organizacionais e sua relação com áreas tradicionais (Administração e Psicologia) e contemporâneas (Interdisciplinar). Com base nos trabalhos de Ferreira, Fernandes e Corrêa e Silva (2009), de Borges-Andrade e Pagotto (2010), de Estivalete e colaboradores (2012) e de Bastos e colaboradores (2014), foram analisados artigos científicos sobre o tema publicados, entre 2012 e 2016, em 23 periódicos nacionais – versão on-line, com classificação A, nas áreas de avaliação Administração, Psicologia e/ou Interdisciplinar, segundo o sistema de avaliação Qualis Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), ano 2014, disponível na Plataforma Sucupira. A pesquisa foi dividida em quatro etapas: levantamento dos periódicos; seleção dos periódicos; levantamentos e análise dos artigos; caracterização dos artigos, incluindo dados referentes à autoria, à metodologia e à abordagem dada aos valores organizacionais. Ao final, dentre os 1.157 registros (periódicos nacionais e estrangeiros) foram selecionados e analisados 31 artigos. Verificou-se uma pluralidade de autores/pesquisadores e de parceiras entre autores e instituições, além de uma predominância de pesquisas qualitativas, empíricas, do tipo estudo de caso, utilizando o questionário como principal instrumento de coleta de dados. Evidenciou-se que a produção nacional continua concentrada na área de Administração e em autores vinculados a instituições públicas das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul. A inclusão da área Interdisciplinar demonstrou as interações (individuais e coletivas) entre o comportamento humano e fenômenos organizacionais. O levantamento revelou a complexidade dos temas “cultura” e “valores”, o crescente interesse científico nacional sobre a temática e a possibilidade de novas questões de investigação, com potencial para contribuírem no aprimoramento das políticas e práticas voltadas à gestão de pessoas e à gestão organizacional.

Biografia do Autor

{$author}, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Especialização em MBA em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Social da Bahia, Brasil(2011)
Pesquisa e desenvolvimento da Universidade Federal da Bahia , Brasil

{$author}, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Psicólogo, Mestre em Linguística e Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor Associado do Instituto de Psicologia (IPS/UFBA). Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares Sobre a Universidade (PPGEISU/IHAC/UFBA). Pesquisador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares em Saúde, Violência e Subjetividade (SAVIS).

Publicado
2018-11-24