A VIRTUDE DO EGOÍSMO

uma Interpretação dos valores da Ética Objetivista de Ayn Rand

  • Yuri Goetz Lopes Ribeiro Centro Universitário BrazCubas
  • Marcos Alexandre de Lima Oliveira Faculdade Zumbi dos Palmares
Palavras-chave: Egoísmo, Objetivismo, Ética

Resumo

O presente estudo tem por temática a filosofia objetivista e a virtude do egoísmo como um código de ética que norteia a conduta do ser humano. Com o objetivo de realizar uma interpretação acerca da virtude do egoísmo e abranger o conhecimento resgatando valores da ética objetivista e elucidando a discussão acerca do tema. A metodologia utilizada foi baseada integralmente na análise de obras filosóficas literárias a respeito da ética objetivista, sobretudo, “A virtude do egoísmo”, de Ayn Rand, foi utilizada também obras complementares de outros autores. Através de uma reflexão crítico-analítica com incisivo viés racional, considerou-se que o egoísmo direcionado sob um olhar ético, isto é, uma parte de um conjunto de valores é um fator positivo para o homem racional. Sendo considerado como resultado maior do estudo, a interpretação dos valores objetivistas: razão, propósito e autoestima como um meio positivo de guiar a conduta humana

Biografia do Autor

{$author}, Centro Universitário BrazCubas

Estudante do curso de Direito do Centro Universitário BrazCubas

{$author}, Faculdade Zumbi dos Palmares

Prof. no Curso de Pós-Graduação em Criminologia do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos (IPEBJ) e no Curso de Graduação em Direito na Faculdade Zumbi dos Palmares. Bacharel em Direito pela Universidade Paulista (UNIP). Especialista em Comunicação, atuou como jornalista por mais de 20 anos, sendo 10 para os programas da IPCTV afiliada Globo do Japão. Pós-graduando em Gestão Pública pela UNIFESP e em Docência Superior pela UDB. É responsável pela Comunicação na Superintendência da Polícia Técnico Científica do Estado de São Paulo.

Publicado
2018-11-22