PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS USUÁRIOS DE CRACK NO ESTADO DE SÃO PAULO

  • Diego Henrique Mingotti Figueiredo
  • Aniely Carolini Croco
  • Matias Pietrobon
  • Luiz Felipe Segatto Jorge da Cunha
  • Victória Prates Ferreira
  • Vinícius Jacon Jacob
  • Luci Mendes de Melo Bonini
Palavras-chave: epidemiologia, usuários de crack, adição às drogas

Resumo

RESUMO

Existem evidências embasadas em revisões bibliográficas de que está havendo uma transição no perfil epidemiológico dos usuários de crack que agora passam por um processo de conscientização dos malefícios desencadeados pelo vício. Assim, foi identificada a transição comportamental dos usuários de crack que buscam métodos individuais para deixarem o vício, assim como identificar os motivos da busca de auto ajuda ao tomarem consciência dos malefícios advindos do uso de substâncias químicas. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, de corte transversal. Foram sujeitos dessa pesquisa usuários e ex-usuários de crack recrutados em uma clínica pública especializada. Através da aplicação do questionário, foi comprovada a busca por métodos alternativos para se livrar do vício, por livre e espontânea vontade dos usuários. Os usuários de crack buscam uma vida mais digna apesar da sua baixa escolaridade, reconhecendo a necessidade de ajuda e buscando clínicas para tratamento, ainda que os índices de recaídas após a saída sejam altos, já que a reabilitação envolve múltiplos aspectos.

Palavras-chave: epidemiologia; usuários de crack, adição às drogas

ABSTRACT

There are evidences based on bibliographical reviews that there is a transition in the epidemiological profile of crack users who now go through a process of awareness of the harm caused by addiction. Therefore, the behavioral transition of crack users who seek individual methods to stop addiction, as well as to identify the reasons for seeking self-help as they become aware of the harm caused by the use of chemical substances. This is a descriptive-exploratory study with a qualitative, cross-sectional approach. This study was carried out by users and ex-users of crackers recruited from a specialized public clinic. Across of the application of the questionnaire, was proven the search for alternative methods to be free of the addiction, by free will of the users. The crack users seek a more dignified life despite of their low education level, recognizing the necessity of help and looking for treatment clinics, even if the relapse rates after their leaving ate still high, as the rehabilitation involves multiple aspects.

Keywords: epidemiology; Crack users, drug addiction

Biografia do Autor

Diego Henrique Mingotti Figueiredo

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC

Aniely Carolini Croco

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC.

Matias Pietrobon

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC.

Luiz Felipe Segatto Jorge da Cunha

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC.

Victória Prates Ferreira

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC.

Vinícius Jacon Jacob

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes, UMC.

Luci Mendes de Melo Bonini

Dra. e Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC-SP e docente do Curso de Medicina e do Programa de Mestrado em Políticas Públicas da Universidade de Mogi das Cruzes, e docente colaboradora do Mestrado em Habitação, Tecnologia e Planejamento, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo, USP.

Publicado
2018-11-25

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##