EDITORIAL

  • Luci Mendes de Melo Bonini Universidade de Mogi das Cruzes
  • Valdir de Aquino Lemos Centro Universitário Brazcubas
  • Antonio Sérgio Azevedo Damy Centro Universitário Brazcubas
Palavras-chave: Comunicações Rápidas, Short Communications

Resumo

O ResearchGate (https://www.researchgate.net) em seu fórum sobre Short Communications apresenta um conceito bastante amplo sobre essa recente técnica de comunicação acadêmica. Assim, consistem em um relatório conciso, mas independente que normalmente retrata ideias e avanços recentes com contribuições significativas para uma determinada área científica.

As comunicações rápidas não cobrem em detalhes as informações básicas sobre os problemas tratados ou os aplicativos, em vez disso, fornecem indicações importantes para o leitor. Martin Volk (2012) considera que o trabalho relatado precisa ser tecnicamente sólido, inovador e significativamente único, de forma a alcançar um verdadeiro estado da arte.

Com não mais que 3.000 palavras, 4 ou 6 páginas, uma ou duas imagens ou tabelas, estas comunicações não se prestam a apresentar resultados preliminares, a não ser que tais resultados sejam “de interesse excepcional e forem particularmente [...] relevantes” (STRAUSS, 2012).

Já o Anais da Academia Brasileira de Ciências fornece as seguintes informações aos autores que desejem realizar submissões neste formato:

Short communications aim to report on research which has progressed to the stage when it is considered that results should be divulged rapidly to other workers in the field. A short communication should also have an Abstract and should not exceed 1,500 words. Tables and Figures may be included but the text length should be proportionally reduced. Manuscripts submitted as articles but found to fit these specifications will be published as short communications upon the author’s agreement. (An. Acad. Bras. Ciênc., 2018)

Podemos considerar o recurso às comunicações rápidas como capazes de reunir

1 Ideias recentemente desenvolvidas que diferem consideravelmente de estudos anteriores. 2 Resultados “negativos”, mas importantes 3 Uma tendência ou uma nova área de pesquisa. (ZANOTO, 2018)

Além disso, tornam-se extremamente úteis aos autores/pesquisadores por permitirem

1 O prestígio associado a ser um dos primeiros autores a publicar um resultado significativo de pesquisa. 2 Maior fator de impacto que os artigos de periódicos comuns. 3 O cronograma de revisão acelerada pode ser útil enquanto o pesquisador estiver sendo considerado para empregos, ou promoções acadêmicas. (Ibid.)

Segundo D’Angelo (s/d), essas produções são úteis para uma rápida disseminação do conhecimento, principalmente quando focam num aspecto importante de determinado assunto. As submissões passam pelo sistema de avaliação por pares cegos e por isso mesmo são consideradas tão válidas quanto os artigos completos (full papers).

Acompanhando estas novas tendências nas diversas áreas da pesquisa científica é que a Diálogos Interdisciplinares publica em sua Edição Especial (Vol 7 N.4) deste segundo semestre de 2018, uma série dedicada justamente a acolher estes pequenos artigos, assumindo simultaneamente o compromisso da criação de uma nova seção na estrutura do periódico, a de Short Communications. Assim, novas submissões, que se enquadrem neste novo formato serão bem-vindas e submetidas aos mesmos critérios de avaliação existentes para as publicações “plenas”.

Biografia do Autor

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil(1997). Professor Adjunto da Universidade de Mogi das Cruzes , Brasil

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

Doutorado em Psicobiologia pela Universidade Federal de São Paulo, Brasil(2016). Pesquisador do Comitê Paralímpico Brasileiro , Brasil

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

 Mestrado em Educação pela Universidade Braz Cubas, Brasil(2001). Adminstrador do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas. Portal SEER.

Publicado
2018-12-15

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>