AVALIAÇÃO DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES EM PACIENTES COM IMC E LDL ALTERADOS, ASSIM COMO ANÁLISE DAS DOSES DE ESTATINA ADMINISTRADAS

  • Lucas Strama Universidade de Mogi das Cruzes
  • Amanda Evangelista Martins Universidade de Mogi das Cruzes
  • Gustavo Monteiro de Jesus Universidade de Mogi das Cruzes
  • Jayse Gimenez Pereira Brandão Universidade de Mogi das Cruzes
  • Luiz Paulo Vietti Universidade de Mogi das Cruzes
  • Danilo Ferraz de Oliveira Maksud
Palavras-chave: LDL, IMC, estatina, doenças cardiovasculares, fatores de risco

Resumo

O LDL e IMC são fatores que quando associados estão correlacionados positivamente com doenças cardiovasculares. Avaliar a influências dos fatores LDL e IMC alterados no aparecimento de doenças cardiovasculares, assim como verificar quais as doses de estatina administradas para o tratamento da dislipidemia. O estudo de caráter retrospectivo foi feito através da revisão de prontuários coletados do ambulatório de cardiologia na Policlínica da Universidade Mogi das Cruzes, em Mogi das Cruzes, SP. Foram considerados níveis de LDL alterados acima de 75mg/dl e IMC maiores que 25. Em relação aos pacientes que apresentaram LDL/ IMC alterados 62% apresentaram HAS, 22% dislipidemia, menos de 10% apresentaram AVC, obstrução arterial e IAM. Já nos pacientes que não apresentavam essa alteração 38% apresentaram HAS e 38% dislipidemia. Em relação as estatinas utilizadas, a Sinvastatina foi a que apresentou maior escolha e a dose mais administrada foi 40mg. O LDL e IMC alterados estão de fato associados ao aumento da morbimortalidade associada a doenças cardiovasculares. Além disso, pode se verificar que a estatina com dose de 40mg se mostra a mais utilizada para o tratamento de dislipidemias na cidade de Mogi das Cruzes-Sp.

Palavras chave: LDL, IMC, estatina, doenças cardiovasculares, fatores de risco


ABSTRACT

The LDL and BMI are factors that when associates are positively correlated with cardiovascular diseases. Assess the influences of factors LDL and BMI changed in the appearance of cardiovascular diseases, as well as check which Statin doses administered for the treatment of Dyslipidemia. The retrospective character study was done by reviewing medical records collected from the cardiology clinic in Mogi das Cruzes University Polyclinic, in Mogi das Cruzes, SP were considered LDL changed above 75 mg/dl and a BMI greater than 25. Compared to patients who have LDL/BMI changed 62% presented HAS, 22% Dyslipidemia, less than 10% presented STROKE, arterial obstruction and IAM. Already in patients who did not present this Amendment 38% showed 38% and Dyslipidemia. About Statins used, simvastatin was presented the greatest choice and administered dose was 40 mg The LDL and BMI changed are actually associated with increased morbidity and mortality associated with cardiovascular disease. In addition, you can verify that the Statin dose of 40 mg if shows the most used to treat dyslipidemias in the city of Mogi das Cruzes-Sp.

Keywords: LDL, BMI, Statin, cardiovascular diseases, risk factor

Biografia do Autor

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes.

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes.

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes.

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes. 

{$author}, Universidade de Mogi das Cruzes

Estudante de Medicina na Universidade de Mogi das Cruzes.

Danilo Ferraz de Oliveira Maksud

Bacharelado em Medicina pela Universidade Severino Sombra, Especialista em Cardiologia e médico do Serviço de Cardiologia Intervencionista do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, Santa Casa de Santo Amaro e Hospital Bandeirantes.

 

Publicado
2018-12-15