O CONCEITO DE MUDANÇA ORGANIZACIONAL NA PERSPECTIVA DOS PARADIGMAS SOCIOLÓGICOS

UMA REVISÃO INTEGRATIVA

  • Crislaine Bardini UFSC
  • Narbal Silva
Palavras-chave: Mudança organizacional, Paradigmas sociológicos, Revisão integrativa

Resumo

O momento atual, repleto de rápidas e frequentes transformações nos âmbitos econômico, social, tecnológico e político, tem suscitado o estudo do fenômeno mudança nas organizações. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é realizar uma revisão integrativa da literatura acerca do tema, verificando quais são os paradigmas sociológicos que norteiam a construção dos artigos empíricos sobre mudança organizacional. A revisão foi realizada por meio das publicações indexadas nas bases SciELO Brazil e Web of Science, no período de 2008 a 2018. A escolha por estas duas bases de dados se deu em função da representatividade de ambas no meio acadêmico, a primeira no que se refere a artigos em português e a segunda é referência no contexto internacional. A partir de critérios de inclusão e exclusão, foram analisados 35 artigos empíricos, sendo 14 nacionais e 21 internacionais. Para a análise foram extraídas as informações sobre os autores, país (no caso das publicações em inglês), ano, método, público alvo, conceito de mudança organizacional adotado no artigo e a associação identificada com os paradigmas sociológicos de Burrel e Morgan (1979). As perspectivas sociológicas predominantes identificadas nessas produções localizam-se nos quadrantes interpretativista e funcionalista, subjetivos e objetivos da realidade social, respectivamente. Por fim, por meio desta revisão integrativa foi possível evidenciar a literatura científica acerca de mudança organizacional, a qual demostra a pluralidade de conceitos e a indispensável estruturação a respeito do tema. Ainda, a evidência da diversidade de conceitos e abordagens sobre o fenômeno remete à importância de uma sistematização teórica para evitar inconsistências na implantação de futuras pesquisas.

Publicado
2019-12-07