IMAGINÁRIO E CIÊNCIA TRANSDISCIPLINAR

  • Ozaias Batista UFPI
Palavras-chave: Transdisciplinaridade. Imaginário. Imagens e Imaginação.

Resumo

A imaginação se caracteriza enquanto faculdade intrínseca à composição antropológica, auxiliando o ser na produção simbólica do sentir e do sentido por meio das imagens que perpassam as criações imaginárias manifestas em diferentes discursos e práticas psicosocioculturais. Mesmo com tal capacidade a imaginação foi historicamente classificada pelo paradigma científico moderno como faculdade alógica, delirante - ficando restrita ao universo das artes. Na contramão desta epistemologia moderna encontra-se o pensamento transdisciplinar, que no interior do campo científico se caracteriza por uma episteme indisciplinar, ou seja, está entre, além e através da disciplinaridade difundida pela ciência moderna. Sabendo disso, o presente artigo objetiva apresentar uma abordagem científica transdisciplinar adotando alguns pressupostos do imaginário enquanto estratégia teórico-metodológica, uma vez que o método transdisciplinar abarca múltiplos referenciais teórico-metodológicos, e as criações imaginárias transgridem os limites impostos pelos campos disciplinares instituídos pelo pensamento científico moderno. Assim, dialogamos com teóricos da transdisciplinaridade, bem como do imaginário articulando categorias e conceitos na fundamentação de uma epistemologia transdisciplinar cadenciada pelo potencial criador do imaginário. A abertura metodológica promovida pela transdisciplinaridade contribui na constituição de uma ciência aberta ao imaginativo na composição de seu discurso e racionalidade. Dessa forma, a transdisciplinaridade coopera com o avanço do conhecimento científico, pois os diferentes níveis de realidade podem ser estudados através de uma ciência que articula transdisciplinarmente

Publicado
2019-12-13