GESTÃO DE MARCA: UMA ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE POSICIONAMENTO DA MARCA GAP EM DIFERENTES PAÍSES

  • Aiman Ibrahim Mourad PUC-SP
  • Francisco Antonio Serralvo Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Posicionamento. GAP. Branding.

Resumo

Esta pesquisa visa analisar os motivos que levam as empresas a adotar um posicionamento diferente em cada país que atuam e analisar quais são as estratégias adotadas por essas empresas. Foi utilizada como fonte de análise a empresa americana GAP, que começou sua operação local pela Blue Bird em 2013, que tem em seu portfólio marcas como Luigi Bertolli, Cori e Emme, todas voltadas aos consumidores das classes A e B. Diferente do posicionamento em seu país, onde seu público-alvo está concentrado na classe C, a GAP adotou um modelo parecido ao utilizado pela Zara e pela Levi’s. A pesquisa foi fundamentada nos estudos conceituais do branding e posicionamento da marca. A metodologia utilizada foi um estudo de caso único de caráter exploratório. A coleta de evidências realizou-se por meio de levantamento documental, visita técnica e um levantamento com aplicação de questionários para identificar os diferentes posicionamentos da marca. Ao final, concluiu-se que a GAP tem um posicionamento confuso em comparação ao seu posicionamento nos Estados Unidos e ainda é associada pelos brasileiros como uma marca para poucos, seja pelos altos preços praticados no Brasil, seja pelo local escolhido como ponto de venda, ou pelas compras feitas no exterior.

Biografia do Autor

{$author}, PUC-SP
Mestrando em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
{$author}, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP, professor Titular da PUC-SP e Diretor da FEA/PUC-SP.
Publicado
2016-05-06
Seção
Artigos