POSSÍVEIS RELAÇÕES ENTRE O TDAH E OS PROBLEMAS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

  • Fernando da Silva Lepique Centro Universitário Brazcubas
  • Valdir de Aquino Lemos Centro Universitário Brazcubas
  • Luís Sérgio Sardinha Centro Universitário Brazcubas
Palavras-chave: Aprendizagem, infância, Adolescente, TDAH, Ensino

Resumo

Resumo

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) tem causado impacto significativo no processo de ensino/aprendizagem em crianças e pré-adolescentes da educação básica. Ter um olhar subjetivo, seguido de uma boa atenção e um bom olhar clínico a esses alunos, suas famílias e toda a equipe de professores é importante, uma vez que todos bem informados podem contribuir a identificar quais as reais dificuldades do aluno e automaticamente levantar uma hipótese diagnóstica mais clara com toda a equipe multidisciplinar. Dar seguimento a uma boa terapia de modo a minimizar os impactos que o suposto transtorno pode causar no processo ensino e aprendizagem e, com isso, possibilitar ao aluno uma boa rotina escolar. Neste sentido o objetivo deste trabalho é descrever e discutir sobre as relações entre o suposto transtorno do déficit de atenção, hiperatividade e problemas no processo de ensino e aprendizagem entre crianças e adolescentes da educação básica. Para a elaboração desse projeto foram usados 38 artigos científicos, nas plataformas de buscas como, scielo,google academic, o pepsic e o manual estatístico de transtornos (DSM-5), 7 livros e além de várias leituras de outros artigos científicos encontrados na ‘internet’ como base de pesquisa. As palavras chaves utilizadas para a busca dessa pesquisa foi aprendizagem, infância, adolescente, TDAH e ensino. Os resultados do presente estudo demonstram que as relações entre o suposto TDAH e os problemas no processo de ensino e aprendizagem entre crianças e adolescentes da educação básica acontecem entre linhas seguido da apropriação das lacunas existentes quanto ao conceito final do TDAH, de modo a desresponsabilizar-se quanto as reais dificuldades, terceirizando enfim os problemas no processo de ensino e aprendizagem. Assim conclui-se que o TDAH é uma incógnita, um transtorno polêmico no contexto cientifico e acadêmico e que suas lacunas foram apropriadas para práticas utilizadas no passado, colocando em ações teorias reducionistas, ideias normativas e conceitos biológicos.

 

Palavras-chave: Aprendizagem, infância, Adolescente, TDAH, Ensino.

 

 

 

 

 

ABSTRACT

Attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) has had a significant impact on the teaching / learning process in primary school children and pre-adolescents. Having a subjective look, followed by good attention and a good clinical look at these students, their families, and the entire team of teachers is important, as well-informed people can help identify what the student is really experiencing and automatically raise a clearer diagnostic hypothesis along with the entire multidisciplinary team. Follow up on good therapy in order to minimize the impacts that the alleged disorder may have on the teaching and learning process and thereby enable the student to have a good school routine. In this sense, the objective of this paper is to describe and discuss the relationship between the alleged attention deficit hyperactivity disorder and problems in the teaching and learning process among children and adolescents in basic education. For the elaboration of this project, 38 scientific articles were used, in search platforms such as, scielo, google academic, pepsic and the statistical manual of disorders (DSM-5), 7 books and several readings of other scientific articles found on the internet. as a research base. The key words used to search this research were learning, childhood, adolescent, ADHD and teaching. The results of the present study demonstrate that the relationship between the supposed ADHD and the problems in the teaching and learning process among children and adolescents of basic education happen between lines followed by the appropriation of the existing gaps regarding the final concept of ADHD, in order to not be responsible. as the real difficulties, finally outsourcing the problems in the teaching and learning process. Thus it can be concluded that ADHD is an unknown, a controversial disorder in the scientific and academic context and that its shortcomings were appropriate to practices used in the past, putting into action reductionist theories, normative ideas and biological concepts.

Keywords: Learning, childhood, Adolescent, ADHD, Teaching.

Biografia do Autor

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

Bacharel em Psicologia pela Universidade BrazCubas..

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

Doutorado em Psicobiologia pela Universidade Federal de São Paulo, Brasil (2016). Pesquisador do Comite Paraolimpico Brasileiro. Docente do curso de Psicologia do Centro Universitario Brazcubas – Mogi das Cruzes. 

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo, Brasil(2011). Coordenador e Docente do curso de Psicologia do Centro Universitário BrazCubas – Mogi das Cruzes. Docente junto à Universidade do Grande ABC, UniABC, Santo André. 

Publicado
2019-12-23

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>