ESTUFAS AUTOMATIZADAS PROPORCIONAM MENOS IMPACTOS AMBIENTAIS DO QUE AS LAVOURAS CONVENCIONAIS

  • Robinson Ariel Inácio Braz Cubas/ Cruzeiro do Sul
  • Antônio Carlos da Cunha Migliano Centro Universitário Brazcubas
Palavras-chave: Microcontrolador. Luminosidade. Sensor.

Resumo

O agronegócio sempre teve uma enorme importância na economia do Brasil, em 2017 gerou a sua maior participação no PIB em 13 anos. O setor das hortaliças tem mostrado um grande potencial de expansão, com tendência para o nível agroindustrial. Diversas atividades agrícolas estão sendo otimizadas em função do uso de tecnologias digitais. Entre elas se inclui o controle da quantidade de água utilizada em campos de cultivo, a implementação de sensores de umidade e temperatura, bem como o controle dos fertilizantes para uma dosagem adequada para o crescimento específico das culturas.

A região do Alto Tietê tem um grande potencial agrícola, por se tratar de uma região privilegiada pelas condições climáticas, hídricas, grandes áreas voltadas para a produção de frutas e hortaliças que abastecem o mercado consumidor das cidades próximas, possuindo a vantagem da localização, deixando-os mais frescos, baratos e com menor pegada ecológica.

Neste trabalho propõem-se uma solução para essa atividade, sendo um projeto que irá basear no desenvolvimento de um sistema de gerenciamento automatizado visando em seu núcleo, administrar através de um Microcontrolador Arduino associado a dispositivos externos, como sensores e atuadores, uma forma eficiente de otimizar o abastecimento de água, a temperatura ambiente e luminosidade, uma estufa automatizada proporcionará aos cultivares sempre um clima adequado não importando qual a estação do ano, aumentando ao máximo o desempenho das mudas e assim atingindo a cor, o cheiro, a textura e o sabor ideal, além de um sistema de produção muito mais limpo, o que reduz drasticamente a utilização de agrotóxicos. De maneira geral, provocando menos impactos ambientais do que as lavouras convencionais, pelo fato do uso racional controlado de recursos (água e fertilizantes), a produção é mais limpa e sustentável. 

Biografia do Autor

{$author}, Centro Universitário Brazcubas

Pesquisador Titular Doutor do Instituto de Estudos Avançados, S J Campos, SP e Professor Titular Doutor do Centro Universitário Brazcubas.

Publicado
2020-06-05

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##