DIETAS SUSTENTÁVEIS SOB A PERSPECTIVA DAS DIMENSÕES SOCIOECONÔMICA E CULTURAL EM DOIS RESTAURANTES UNIVERSITÁRIOS NO ESTADO DO PARANÁ

  • Leideliane Kilian Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Rozane Marcia Triches Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Eliziane Nicolodi Francescato Ruiz Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O modelo dominante de produção-consumo de alimentos aumenta a distância entre produtores e consumidores e reduz a diversidade de alimentos disponíveis. Condição que associa a alimentação com questões de saúde, impactos ambientais, e que projeta discussões acerca das dietas sustentáveis. Esta pesquisa teve por objetivo analisar as compras de alimentos de dois restaurantes universitários do estado do Paraná, sob a perspectiva das dietas sustentáveis, identificando a sustentabilidade dos cardápios oferecidos, nos aspectos econômico, social e cultural. De caráter exploratório descritivo, o estudo foi desenvolvido a partir de dados secundários e primários por meio de entrevistas e questionários. Identificou-se que o âmbito da dimensão socioeconômica, apenas o RU1 adquire alimentos de agricultores familiares e orgânicos, mas ainda em baixa proporção. Neste local o valor total das refeições e do subsídio é maior que no RU2, o que impacta no maior percentual de satisfação dos comensais em relação ao valor pago pelas refeições. Quanto a satisfação dos comensais em relação ao cardápio, o RU2 apresenta maior nível de satisfação, dado que leva a outras reflexões que vão além desta análise. Nos dois locais poucos consumidores têm conhecimento sobre a procedência dos alimentos e se os cardápios oferecidos são sustentáveis. Na dimensão cultural identificou-se nos dois locais a presença de preparações e alimentos típicos do estado do Paraná, e satisfação dos comensais em relação à compatibilidade do cardápio com os hábitos alimentares. No quesito diversidade e sazonalidade do cardápio, o RU1 se mostra superior, visto que apresenta relação menor de itens na faixa de sazonalidade fraca e maior relação para sazonalidade média e forte.  Salienta-se a importância deste estudo, o qual pleiteia a relação da alimentação com a sustentabilidade a partir de uma perspectiva interdisciplinar, que não considera apenas o que se come, mas também a forma que se come, comercializa e produz.

Palavras-chave: Dietas Sustentáveis, Restaurantes Universitários.

Biografia do Autor

{$author}, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável pela Universidade Federal da Fronteira Sul, Brasil(2020). Estatutário da Prefeitura Municipal de Coronel Vivida , Brasil

{$author}, Universidade Federal da Fronteira Sul

Doutorado em Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil(2010). Professor adjunto da Universidade Federal da Fronteira Sul , Brasil

{$author}, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorado em Desenvolvimento Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil(2013). Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul , Brasil

Publicado
2021-10-18