https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/issue/feed Diálogos Interdisciplinares 2024-05-20T19:55:27-03:00 Fernanda Talhati fernanda.andrade@brazcubas.edu.br Open Journal Systems <p>A Revista Diálogos Interdisciplinares ter por objetivo prover um fórum para estudos e pesquisa interdisciplinares em todas as áreas do conhecimento, em especial as Ciências Humanas. Os editores creem que um entendimento abrangente dos fenômenos requer uma abordagem interdisciplinar e em ambiente de rede. Nesse sentido, a Revista aceitará contribuições originais com temática interdisciplinar, estabelecendo conexões entre disciplinas.</p> <p>Destaca-se que as <strong>opiniões, idéias e conceitos emitidos nos artigos</strong> são de inteira <strong>responsabilidade</strong> de seu(s) autor(es). A Instituição ou quaisquer organismos editoriais vinculados à Revista&nbsp;Diálogos Interdisciplinares não se responsabilizam pelo conteúdo dos artigos.</p> <p><strong>Publicação CAPES A4</strong></p> <p><strong>ISSN&nbsp;2317-3793</strong></p> <p>Indexada no DOAJ e Google Acadêmico.</p> https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1385 FUNDAMENTOS DOS ENSAIOS EXPERIMENTAIS DAS VIBRAÇÕES OCUPACIONAIS 2024-05-20T19:55:24-03:00 Fabio Xavier de Melo fabio.melo@brazcubas.br <p>A vibração é um agente físico nocivo que, se não for devidamente controlado, diminui a vida útil de máquinas, ferramentas e, principalmente, afeta a saúde dos trabalhadores. A exposição direta e não controlada a vibrações pode trazer consequências graves à saúde do trabalhador, podendo afetar permanentemente órgãos do corpo humano, reduzir o conforto e o rendimento do trabalho, causar desordens das funções fisiológicas e levar ao desenvolvimento de problemas diversos á saúde do trabalhador, entre os quais aqueles relacionados à coluna vertebral e a ocorrência da síndrome da vibração em mãos e braços. Por isso, é fundamental avaliar de maneira correta a exposição dos trabalhadores a este agente de risco. A realização de ensaios para avaliação da exposição ocupacional as vibrações de corpo inteiro e em mãos e braços é uma das atribuições profissionais do engenheiro de segurança do trabalho. No entanto, nem todos os engenheiros de segurança estão familiarizados com os aspectos teóricos e práticos da área de vibrações, uma vez que, dependendo da sua área de formação, estes assuntos não foram abordados no curso de graduação. &nbsp;A avaliação da exposição ocupacional a vibração é realizada através de medições durante a realização das atividades do trabalhador. Portanto, técnicas incorretas de seleção, montagem e posicionamento de acelerômetros podem levar a resultados que não refletem a real exposição do trabalhador a vibração.&nbsp; Este artigo apresenta uma breve introdução aos fundamentos teóricos das vibrações mecânicas, as principais técnicas de seleção e montagem de acelerômetros e métodos de calibração de sensores, apresentando as vantagens e desvantagens de cada uma delas.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-05-14T14:51:48-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1387 Estudo sobre a percepção de populares de São Bento -TO sobre o lixo eletrônico 2024-05-20T19:55:24-03:00 dany geraldo kramer dgkcs@yahoo.com.br Wislayne Aires MOREIRA wislayne.moreira2@ifto.edu.br Anésio Mendes de SOUSA anesio.sous2a@gmail.com Cristiely Maria de Sousa Alves de OLIVEIRA cristiely_oliveira33@gmail.com Fábia Souza da SILVA fabiasilva42@hotmail.com <p>A substituição acelerada de produtos eletrônicos tem contribuído com a produção crescente de resíduos eletrônicos, que muitas vezes são descartados inadequadamente, acarretando riscos a saúde humana e ambiental, pela liberação de metais pesados e a liberação de poluentes orgânicos persistentes (POPS). Esta problemática se intensifica em pequenos municípios, que carecem de estrutura e recursos para o adequado gerenciamento destes resíduos. Neste sentido, objetivou-se realizar um estudo sobre a percepção de moradores de São Bento – TO. Para tanto se realizou uma pesquisa de campo através da aplicação de um questionário junto a moradores de São Bento-TO (microrregião do Bico do Papagaio e uma população estimada em 5.654 habitantes). Observou-se uma predominância de mulheres (70,96%); escolaridade até o ensino médio (54,84%) e idade superior a 28 anos (72,58%). Apenas 17,74% alegaram bom conhecimento sobre lixo eletrônico; 58,07% citaram terem substituído mais de 1 eletrônico no último ano; 48,38% citou ter descartado o resíduo eletrônico no lixo comum; mais de 40% desconhecem riscos ambientais e a saúde humana do lixo eletrônico e 82,26% indicaram não haver pontos de coleta seletiva no bairro em que residiam. Portanto, ações coordenadas entre órgãos governamentais e privados locais devem ser realizadas, buscando-se a implementação de legislação que norteei a implantação de planos de gestão de lixo eletrônico e programas de conscientização populacional, buscando-se mitigar os problemas supracitados neste artigo.</p> 2024-05-14T15:37:35-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1391 O PAPEL DO ENFERMEIRO NA PREVENÇÃO DA PNEUMONIA ASSOCIADA Á VENTILAÇÃO MECÂNICA 2024-05-20T19:55:24-03:00 JHENIFER RODRIGUES CAMARGO rc.jhenifer@gmail.com JOYCE BARBOSA RODRIGUES enfa.laluj@gmail.com Layane Tauane Golla enfa.laluj@gmail.com luana Araujo enfa.laluj@gmail.com Celia Regina Jesus Da Silva celia.silva@brazcubas.edu.br <p>A pneumonia associada à ventilação mecânica chamou a atenção nas unidades de terapia intensiva devido aos índices elevados, dentre todas as infecções, perdendo apenas para a do trato urinário. Desse modo, as medidas de prevenção são essenciais, fazendo-se necessário a implementação de estratégias de controle para padronização da assistência aos pacientes de risco. Foi criado como medidas profiláticas e de fácil implementação o Bundle da PAV, podendo atuar na redução dos índices, vale ressaltar a importância do enfermeiro como profissional qualificado na efetivação da profilaxia contra a PAV. Este estudo tem como o objetivo destacar o papel do enfermeiro na assistência, á saúde, cuidados de enfermagem, a melhora do paciente da unidade de terapia intensiva, com ações práticas, este artigo se trata de uma revisão da literatura entre os períodos de 2012 á 2022, através de descritores “Pneumonia associa a ventilação mecânica”, “Unidade de terapia intensiva”, “Bundle de PAV” e “Cuidados de enfermagem”. Foram selecionados 18 artigos, nos quais contribuirão ao presente estudo. A partir de sua análise foi possível evidenciar a atuação do enfermeiro na implementação das práticas recomendadas do Bundle da PAV, considerando seu contato direto na assistência, tornando primordial na redução da infecção. Contudo, pôde-se observar divergências quanto ao conhecimento dos enfermeiros sobre as medidas preventivas devido diferenças nas formações acadêmicas dos mesmos nos diferentes países estudados, o que torna importante as práticas educativas como indicadores de qualidade da assistência, desde que sejam práticas contínuas e haja incentivo à equipe. Identificou-se nos artigos que a elevação da cabeceira, a higienização oral e interrupção sedativa diária e avaliação diária da prontidão para extubação são as medidas do Bundle prevalentes nos estudos considerando as ações recomendadas pelo IHI. A implementação de medidas preventivas garante a efetividade de uma assistência adequada e pode reduzir significantemente os autos índices de PAV nas UTIs. O enfermeiro é um agente importante na mudança cenário de alta prevalência de infecções nosocomiais. Todavia, faz-se necessário que os mesmos detenham de conhecimento sobre o assunto possibilitando a redução dos riscos de infecção aos pacientes críticos. Palavras chaves: ventilação mecânica, Bundle, UTI, PAV, assistência, pneumonia.</p> 2024-05-14T15:47:38-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1394 AFASIA E POESIA: UM OLHAR ENUNCIATIVO SOBRE POESIA NA PERSPECTIVA DE UM SUJEITO COM AFASIA 2024-05-20T19:55:24-03:00 HELOISA SCHERER CORRÊA heloisacorrea2@gmail.com Celia Pelegrini Della Méa celiadmea@gmail.com Celia Pelegrini Della Méa celiadmea@gmail.com <p>Com esta pesquisa, objetiva-se apresentar uma análise enunciativa de uma poesia produzida por um sujeito com afasia. A produção em questão é resultado de uma atividade -&nbsp; varal poético - realizada em Grupo Interdisciplinar de Convivência (GIC) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Essa pesquisa é de cunho qualitativo e propõe um estudo de caso de&nbsp; enunciações de &nbsp;um sujeito&nbsp; com afasia (Gua)&nbsp; que participa do GIC, cujos participantes são sujeitos com e sem afasia. A atividade proposta foi criar uma&nbsp; poesia a partir da seleção e combinação de palavras, sintagmas e imagens,&nbsp; e a organizar&nbsp; um varal de poesia buscando sentido através da singularidade da língua em emprego. Pode-se perceber por meio das enunciações de Gua o resgate de acontecimentos, que são evidenciados nos sentidos das palavras no momento de sua experiência, enquanto homem na língua, sendo um sujeito que se apropria da língua e a transforma em discurso. Encontra-se no <em>corpus</em> desta análise uma prática diferenciada no ato enunciativo da construção poética de Gua. Conclui-se que a &nbsp;impossibilidade de significar por meio de enunciações orais&nbsp; não o impede de assumir sua posição de sujeito de linguagem, que se posiciona, ao se apropriar da língua e estabelecer sentidos em sua experiência enquanto homem na língua.</p> 2024-05-14T15:51:13-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1399 A PRESENÇA DO ESTRESSE NAS METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO NA GRADUAÇÃO EM SECRETARIADO EXECUTIVO 2024-05-20T19:55:24-03:00 Alexandre Oliveira Silva de Jesus alexandreosj@gmail.com Cibelle da Silva Santiago santiago.cibelle@gmail.com Joseilme Fernandes Gouveia joseilme@dce.ufpb.br <p>Algumas metodologias de avaliação desencadeiam mais estresses que outras. Considerando que o estresse é um presságio à várias síndromes psicossomáticas, pois o desenvolvimento de um transtorno está diretamente relacionado à frequência e duração do estresse, é que este estudo se torna relevante e necessário. A problemática está centrada no estresse que os estudantes da graduação em Secretariado Executivo podem sentir, quando submetidos às metodologias de avaliação. Por isso, o objetivo geral é verificar as metodologias pedagógicas de avaliação que desencadeiam maior nível de estresse nos discentes dos cursos de graduação em Secretariado Executivo. Este estudo foi de cunho bibliográfico, documental, exploratório e com pesquisa de campo, sob a abordagem quantitativa. Os materiais foram coletados por meio de análise nos planos de ensino dos professores, visando mapear as atividades de avaliação utilizadas. Em seguida, utilizou-se questionário <em>on-line </em>gerado no <em>Google Forms</em>, utilizando a Escala do tipo Likert para mensurar o nível de estresse sentido pelos alunos, em que obteve-se um retorno de 251 respostas dos graduandos dos cursos de Secretariado Executivo, no Brasil. Para análise e discussão dos resultados, foi utilizada a análise estatística descritiva. Como principais resultados, verificou-se que as atividades de avaliação que mais provocaram estresse nos estudantes de secretariado executivo foram: desenvolvimento de artigos científicos, apresentação de seminário e prova oral. Conclui-se, portanto, que tais atividades precisam ser repensadas, não no sentido de excluí-las do processo avaliativo, mas de preparar melhor o discente para a execução delas. A contribuição desta pesquisa foca em os resultados servir como base e reflexão para que os docentes avaliem e readaptem, se possível e respeitando suas particularidades, os métodos pedagógicos de avaliação, com o objetivo de proporcionar um aprendizado sem desconsiderar o cuidado com a saúde mental e física dos discentes.</p> 2024-05-14T15:53:11-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1401 COMPARAÇÃO DOS RÓTULOS DO LEITE DE VACA EM PÓ INTEGRAL E COMPOSTOS LÁCTEOS 2024-05-20T19:55:24-03:00 Caroline Samara da Silva carolinesamara.silva@gmail.com Ediane Batista de Oliveira viverdograo@gmail.com Gabriela Varela Ribeiro Clemente gabrielavarela.gg@gmail.com Rivailta Morari de Assis riva.assis@live.com Thais Carolina da Silva silva.thca@gmail.com Vinicius Campos da Silva vinisilva0210@gmail.com Adriana de Sousa Nagahashi Lourenço adrianasnl@brazcubas.edu.br Audrey Yule Coqueiro acoqueiro@brazcubas.edu.br Daniela Nazaré Cotrim daniela.cotrim@brazcubas.edu.br Renata Magalhães Boaventura rboaventura@brazcubas.edu.br Tatiana Santiago tatiana.santiago@brazcubas.edu.br <p>De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), os compostos lácteos devem apresentar 51% da sua composição de ingredientes lácteos, o restante pode ser complementado com adição opcional de vitaminas, minerais, gorduras vegetais e fibras, podendo haver adição de açúcares e aditivos alimentares, como emulsificantes e estabilizantes. Ademais, o leite em pó é classificado como um produto que se obtém a partir da desidratação do leite de vaca, integral, desnatado, ou parcialmente desnatado. O presente estudo teve como objetivo comparar a composição nutricional de diferentes marcas de compostos lácteos com uma de leite em pó. Foi realizada a análise dos rótulos de cinco produtos, sendo quatro marcas de compostos lácteos e uma marca de leite em pó, comparando as informações dos valores energéticos, nutrientes, aditivos alimentares e outros. O leite em pó apresentou menos ingredientes em sua formulação quando comparado com os compostos lácteos. Observou-se em alguns compostos lácteos o acréscimo de creme de leite, maltodextrina e regulador de acidez carbonato de cálcio (INS170i), estabilizante fosfato trissódico (INS339iii), estabilizante fosfato de sódio (INS339iii), aroma idêntico ao natural de leite, gordura vegetal em pó, concentrado proteico do soro do leite em pó, aromatizantes, creme de soro do leite e leitelho. Há uma disparidade entre os diferentes compostos lácteos e o leite em pó quanto a sua lista de ingredientes e valores nutricionais. Ainda há poucos estudos sobre a composição, benefícios e malefícios dos compostos lácteos quando introduzido esse tipo de alimento em uma dieta para crianças menores de 2 anos. Portanto, se faz necessário seguir as recomendações de introdução de açúcar na alimentação das crianças apenas a partir dos 2 anos, e realizar uma análise criteriosa dos ingredientes contidos em cada formulação, visto que na grande maioria há a fortificação de vitaminas e minerais.</p> <p>&nbsp;</p> <p>Palavras-chaves: Leite integral, compostos lácteos, rotulagem de alimentos</p> 2024-05-14T15:58:31-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1404 A DÉCADA DAS PNABs 2024-05-20T19:55:24-03:00 Gabriela Cristiny Navarini Perius gabrielacnperius@gmail.com Sandra Fogaça Rosa Ribeiro sandra.fogaca@ufms.br <p><span style="font-weight: 400;">Este estudo denominou “década das PNABs” o período que compreende a primeira Política Nacional de Atenção Básica, publicada em 2006, a segunda em 2011 e a última em 2017. Teve como objetivo avaliar as mudanças na gestão da Atenção Básica que ocorreram depois da implementação e das revisões da PNAB, por isso foi referente à década entre 2008 e 2018, considerando que 2008 já contava com um ano da primeira PNAB implementada. A metodologia foi de revisão bibliográfica crítica de artigos empíricos publicados no período de 2008 a 2018, a fim de abarcar publicações sobre a realidade das equipes durante e após cada versão da política, até um ano depois da última. Os artigos foram analisados a partir de quatro unidades de registro: Contratação/Permanência de Profissionais, Educação Permanente em Saúde (EPS), Participação Social e Gestão. A análise foi feita em interface com as lentes teóricas da Psicologia Social e do Trabalho e da Saúde Coletiva. Os resultados mostraram que diversos problemas persistiram ou mesmo se agravaram após as mudanças na PNAB, especialmente depois da última, a de 2017. As principais questões identificadas foram: dificuldade de acesso dos usuários aos serviços, a fragmentação do trabalho e da gestão, a persistência do modelo tradicional, a precariedade das condições de trabalho e da infraestrutura e a baixa participação social, e outros entraves apareceram, relacionados à desvalorização dos ACS e da Educação Permanente em Saúde. Em conclusão, foi observado que as propostas de mudanças na política só ocorreram enquanto recomendação vaga ou mesmo imprópria, sem orientações concretas para efetivá-las, descolada da realidade das equipes e dos usuários, desconsiderando a diversidade dos municípios brasileiros e suas diversas necessidades.</span></p> 2024-05-14T15:59:55-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1406 ANÁLISE CRÍTICA DE ROTULAGEM DE SUPLEMENTOS PRÉ-TREINO 2024-05-20T19:55:25-03:00 Mikaelly Cassiano Dias mikaellystudent@gmail.com Katiane Pereira dos Santos Reinaldo katianereinaldo@gmail.com Adriana de Sousa Nagahashi Lourenço adrianasnl@brazcubas.edu.br Audrey Yule Coqueiro acoqueiro@brazcubas.edu.br Daniela Nazaré Cotrim daniela.cotrim@brazcubas.edu.br Renata Magalhães Boaventura rboaventura@brazcubas.edu.br Tatiana Santiago tatiana.santiago@brazcubas.edu.br <p>A suplementação pré-treino tem se tornado cada vez mais utilizada no meio esportivo, contudo, ainda existem dúvidas sobre sua segurança. O objetivo do presente estudo foi avaliar a rotulagem dos suplementos pré-treino mais comuns na atualidade, considerando a lista de ingredientes e a quantidade de cada ingrediente na porção. Foram analisados os rótulos de 10 suplementos pré-treino indicados pelo Google como os mais populares dessa categoria. Os resultados da pesquisa foram apresentados na forma de tabelas e de modo descritivo, comparando a formulação do produto com a legislação vigente estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Observou-se que apenas uma marca era condizente com as recomendações de cafeína (210 a 420 mg), sendo que uma marca apresentava valor muito superior ao recomendado, aumentando o risco de efeitos adversos, ao passo que todas as outras marcas apresentavam valor inferior ao mínimo estabelecido, podendo não apresentar efeito ergogênico. Sobre a beta-alanina, valores acima de 800 mg em fórmulas de liberação não sustentada resultam no efeito adverso de parestesia, sendo que todos os produtos avaliados apresentaram valor superior a esse na sua composição. Apesar de ser um efeito adverso com pouco impacto clínico, a parestesia pode ser uma condição desagradável ao indivíduo, devendo-se ter cautela a aqueles com distúrbios psíquicos, como síndrome do pânico e transtorno de ansiedade, pois poderia desencadear crises. Em relação à taurina, a ANVISA permite um valor diário máximo de 2.000 mg para indivíduos com mais de 19 anos, nesse quesito, todos os produtos estão dentro da norma, porém, algumas marcas aproximam-se do limite máximo, assim, caso o indivíduo ingira taurina por outros meios, pode ultrapassar a recomendação. Conclui-se que a prescrição de suplementos pré-treino deve ser realizada por profissional da saúde habilitado para tal função, como o nutricionista, haja vista o risco de efeitos adversos.</p> 2024-05-14T16:01:23-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1408 A CONCRETIZAÇÃO DO DIREITO À FELICIDADE POR MEIO DA GARANTIA DO DIREITO À CIDADE: É POSSÍVEL? 2024-05-20T19:55:25-03:00 Rafael Lima Rangel Vasconcelos rafaelrangelvasconcelos@gmail.com <p>O presente artigo científico aborda a análise da amplitude do direito à cidade. Há espaço para a plenitude desse direito? O que ele engloba? Os mecanismos que compõem a cidade devem ser previstos em lei de maneira delimitada? O objetivo do presente artigo cientifico é analisar se é possível o resguardo do direito à felicidade tendo como principal elemento o direito à cidade. Para a realização da presente pesquisa, é utilizada a metodologia qualitativa, com marcos teóricos das áreas do direito à cidade e do direito à felicidade, bem como legislações respectivas.</p> 2024-05-15T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1415 “RESILIÊNCIA” COMO CONCEITO INTERDISCIPLINAR 2024-05-20T19:55:25-03:00 Pedro Léo Alves Costa pedroleoacosta@gmail.com Horasa Maria Lima da Silva Andrade horasa.silva@ufrpe.br Luciano Pires de Andrade luciano.andrade@ufape.edu.br <p>O presente estudo tem por objetivo analisar o conceito de resiliência e como este se desenvolveu nos mais diversos campos da ciência, à luz da interdisciplinaridade. Para tanto, optou-se como metodologia o uso de uma revisão da literatura de trabalhos produzidos nos últimos 10 anos no Brasil. Utilizou-se como banco de dados a plataforma <em>Scielo</em>, com a busca do termo “resiliência” nos títulos dos trabalhos. Após a aplicação do protocolo da revisão, com critérios de exclusão, restaram 130 trabalhos. Aplicada a segunda parte do protocolo, com os critérios de inclusão e leitura pormenorizada de cada trabalho, restaram, como triagem final, 31 artigos, divididos entre Ciências da Saúde (15), Ciências Humanas (8), Ciências Sociais Aplicadas (6) e Engenharias (2). Chegou-se a conclusão que os campos científicos utilizam um conceito base de resiliência, porém aplicado aos mais diversos temas, em cada especificidade de sua área, reforçando, portanto, que esta é interdisciplinar. Para ratificar tal constatação, observou-se que o conceito é utilizado, por exemplo, na medicina, enfermagem, psicologia, agroecologia, engenharia, contabilidade, economia, direito, dentre outras. Concluiu-se ainda que a resiliência, em algumas ciências, pode ser mensurada, ou seja, não é utilizada e interpretada empiricamente apenas em caráter qualitativo e que as diversas áreas inferem que a resiliência é benéfica, seja para as pessoas ou sistemas, diante da possibilidade de progredir e melhorar o contexto analisado, ante alguma adversidade sofrida.</p> 2024-05-15T12:06:02-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1417 INTELIGÊNCIA POLICIAL E O USO DE NOVAS TECNOLOGIAS 2024-05-20T19:55:25-03:00 Guilherme Lucas Pinheiro guilhermelucaspinheiro@outlook.com <p>Este artigo científico teve como objetivo explorar o uso de novas tecnologias na inteligência policial. A pesquisa utilizou uma abordagem metodológica qualitativa e fontes secundárias, como estudos bibliográficos e documentais. Foram abordados aspectos conceituais e operacionais da inteligência policial. Também foram discutidos os desafios éticos e de privacidade no uso de tecnologias na segurança pública, incluindo questões relacionadas à proteção de dados pessoais, identificação e vieses algorítmicos. O estudo apresentou exemplos práticos de órgãos policiais que utilizam tecnologias em suas rotinas para o combate ao crime organizado, como o uso de softwares de reconhecimento facial e de análise de dados em tempo real. Como resultado, a pesquisa concluiu que é necessário encontrar um equilíbrio entre os benefícios e os desafios do uso da tecnologia na segurança pública para que as atividades de inteligência policial sejam eficazes e estejam em constante sintonia com as novas tecnologias disponíveis, respeitando sempre os princípios éticos e legais que regem o uso de dados e informações pessoais.</p> <div id="acfifjfajpekbmhmjppnmmjgmhjkildl" class="acfifjfajpekbmhmjppnmmjgmhjkildl">&nbsp;</div> 2024-05-15T12:07:34-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1421 A relação entre Covid-19 e Síndrome do Intestino Irritável: Uma Revisão de Literatura 2024-05-20T19:55:25-03:00 Jessica Pinto ja.jessica.andresa@gmail.com Angela Wermelinger acmg.martins@gmail.com Karyn Kimura kimurakaryn25@gmail.com Laís Lima lslaissamara@gmail.com Maria Pires luizapires11@gmail.com Patrícia Felix patriciamfellix@gmail.com Adriana Lourenço adrianasnl@brazcubas.edu.br Daniela Cotrim daniela.cotrim@brazcubas.edu.br Renata Boaventura rboaventura@brazcubas.edu.br Tatiana Santiago tatiana.santiago@brazcubas.edu.br Audrey Coqueiro acoqueiro@brazcubas.edu.br <p>A doença causada pelo vírus Covid-19 surgiu em 2019 e acometeu milhares de pessoas mundialmente, colocando o mundo em sinal de alerta e instaurando o <em>lockdown</em> como tentativa de diminuir a contaminação. Os principais sintomas do vírus são, febre e tosse, podendo progredir para crises respiratórias graves, ademais, alguns pacientes relataram sintomas gastrointestinais, como dor abdominal, diarreia e vômito. Não obstante, pacientes com síndrome do intestino irritável (SII) parecem ter agravamento de seus sinais/sintomas quando acometidos pela infecção com Covid-19. O objetivo do presente artigo foi identificar a relação entre Covid-19 e SII. Trata-se de um artigo de revisão, cuja busca foi realizada pelo PubMed, usando as palavras-chave “<em>Irritable Bowel Syndrome</em>” e “<em>Covid-19</em>”, resultando em 41 artigos. Após análise, foram selecionados 16 artigos que se correlacionavam com o tema, os quais foram lidos na íntegra. Estudos apontam que pacientes com SII relataram ter seus sintomas intensificados com a infecção da Covid-19, sendo que mesmo aqueles que não contraíram o vírus tiveram agravamento da doença devido ao alto nível de estresse durante a pandemia. Além disso, alguns pacientes que contraíram o vírus apresentaram SII após a recuperação, mesmo sem ter a doença anteriormente, apesar de esse não ser um desfecho comum. Portanto, concluímos que há relação entre a Covid-19 e a SII, porém, se faz necessário mais estudos que possam explicar por que mecanismos elas se correlacionam.</p> 2024-05-15T12:09:01-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1423 EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM CATADORAS E CATADORES DE LIXO: UM ESTUDO INVESTIGATIVO EM CODÓ (MA) 2024-05-20T19:55:25-03:00 Dilmar Kistemacher d.kistemacher@ufma.br Gelvane Lino Melo gelvannelino@gmail.com Guilherme Alves da Silva alves.guilherme@discente.ufma.br Iramar de Almeida Alves almeida15irama@gmail.com Camila Campêlo de Sousa camila.campelo@ufma.br <p>Considerando a necessidade de a população adotar estilos de vida mais sustentáveis, a implantação de ações de Educação Ambiental é urgente, visando garantir um ambiente ecologicamente equilibrado às gerações futuras. Estas ações que, de acordo com a legislação brasileira, devem ser levadas para todas as comunidades, inclusive às mais vulneráveis, são dever do Poder Público; o qual deve promover a sensibilização da população para as questões ambientais. Este estudo objetivou conhecer as ações de Educação Ambiental realizadas com os trabalhadores da Associação dos catadores de lixo do município de Codó (MA). Para a coleta de dados, utilizou-se a entrevista, como instrumento de pesquisa. As entrevistas foram realizadas no lixão, local de trabalho dos catadores e das catadoras de lixo de Codó. A partir dos dados coletados, foi possível verificar que os trabalhadores do lixão de Codó receberam pouca orientação no que diz respeito à Saúde ambiental, e em sua maioria, essa orientação ocorreu como política eleitoreira, sem acompanhamento da situação posteriormente. Em relação à prevenção de acidentes no lixão, essa é realizada de forma empírica, sem orientações de profissionais especializados, demonstrando uma vulnerabilidade desses trabalhadores, os quais, por vezes, minimizam os prejuízos e potenciais danos do local. Portanto, se faz urgente que a gestão pública volte seus olhares para esses profissionais, que se encontram sujeitos a acidentes de trabalho, condições insalubres, sem seguridade social e que prestam à população um serviço de melhoria ambiental, por meio da venda de materiais para reciclagem e também através da reutilização de objetos outrora descartados.</p> 2024-05-15T12:10:27-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1432 BIOPIRATARIA NA ATUALIDADE 2024-05-20T19:55:25-03:00 Rafael Melo de Oliveira rafaelmelooliveira51@gmail.com Carolina Leite Andere e Silva dracarolinaandere@gmail.com <p>A biopirataria se apresenta como um problema endêmico do Brasil e dos demais países em desenvolvimento e subdesenvolvidos. Consiste numa forma de exploração de seus recursos naturais e sociais caracterizada pela finalidade cientifica e econômica, é cometida em geral por países desenvolvidos, sem prestar qualquer retorno às nações detentoras dos recursos naturais. Em resposta a essa prática variadas legislações e estudos acadêmicos foram escritos a fim de entender e combater esta prática, em especial na primeira década dos anos 2000, todavia, vários anos se passaram e restou a incógnita em saber como se encontra o cenário desta infração no país atualmente, bem como se as legislações estão sendo efetivas em combatê-la, questões essas que, segundo dados levantados das autuações do IBAMA juntamente com pesquisas relacionadas a bioprospecção levantam a hipótese de uma possível diminuição nos casos de biopirataria, todavia para comprovação desta hipótese se fazem necessárias novas pesquisas e dados sobre o tema.</p> 2024-05-15T12:13:09-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1507 A IMPLEMENTAÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO ENSINO REGULAR ANALISADA A PARTIR DO ENFOQUE DAS CAPACIDADES 2024-05-20T19:55:25-03:00 Renato Magri renatoaus@hotmail.com Sabrina Vieira sabrina200616@yahoo.com.br <p>Este trabalho traz uma reflexão acerca da questionável igualdade de direitos conquistada pelas pessoas com deficiência física e/ou mental, a partir de sua inclusão no ensino escolar regular. Um dos pilares mais importantes para esta inclusão é o oferecimento de uma educação de qualidade, ou seja, atividades educativas compatíveis com as suas habilidades e necessidades. Todavia, a inserção de pessoas com deficiência na vida social ainda é um desafio que remonta a épocas passadas em que os deficientes não eram vistos como sujeitos de direito, pois acreditava-se que não tinham como retribuir o que a sociedade provia a eles. Assim, visando preencher a lacuna nas Teorias de Justiça de outros pensadores quanto à participação dos deficientes em sociedade, Martha Nussbaum apresentou a sua teoria das capacidades. Como objetivo geral, buscou-se analisar se a inclusão de pessoas com deficiência no ensino regular garante o respeito à dignidade dessas e se promove o ideal de Justiça de Martha Nussbaum. Para que o objetivo fosse alcançado, utilizou-se o método dedutivo, com abordagem qualitativa. A técnica de pesquisa utilizada foi a de pesquisa bibliográfica. Concluindo-se que é imprescindível que pessoas com deficiência devem ser incluídas na sociedade e para tanto, deve-se disponibilizar meios de acessibilidade para que isso ocorra, em especial quanto ao ensino ofertado, que deve ser adequado às necessidades individuais.</p> 2024-05-15T12:18:02-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1510 ATUAÇÃO DO FARMACÊUTICO NA VIOLÊNCIA CONTRA MULHER 2024-05-20T19:55:26-03:00 Diego Cardozo Mascarenhas diego.mascarenhas@brazcubas.edu.br Jonathan Pinheiro da Silva jonathansilva@brazcubas.edu.br Natália Regina Matiazzo da Silva nataliamatiazzo@icloud.com André Schmidt Suaiden andresuaiden@usp.br <p>A violência contra a mulher atualmente é manifestada em diferentes âmbitos e circunstâncias, está presente em diversos lares, famílias e contextos, pois independe da construção social no qual as mesmas estão inseridas. A violência doméstica pode manifestar-se através de violência física, psicológica, sexual, verbal, econômica e trabalhista. É importante ressaltar que no cenário vivido, a mulher raramente percebe o ciclo de violência doméstica no qual é obrigada a viver, pois faz parte do seu convívio diário. Sendo assim, mulheres vítimas não são cúmplices, tampouco omissas com a atitude de seus agressores. Entra então a importância da Assistência Farmacêutica (AF), que tem por vezes o dever e a missão de não somente orientar e pautar o tema, mas também de denunciar esse cenário que ainda é presente no cotidiano de muitas famílias.</p> 2024-05-15T12:19:34-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1511 PRESCRIÇÃO FARMACÊUTICA DE AINES NA DISMENORREIA PRIMÁRIA 2024-05-20T19:55:26-03:00 Diego Cardozo Mascarenhas diego.mascarenhas@brazcubas.edu.br Mariana de Fátima Rodrigues de Oliveira marianadfrdo@brazcubas.edu.br Aline Cristina Santos de Morais alinemoraislf@gmail.com André Schmidt Suaiden andresuaiden@usp.br <p>A Dismenorreia primária (DP) é identificada como uma dor acentuada que se manifesta durante o período menstrual, reduzindo significativamente a qualidade de vida das mulheres. Os anti-inflamatórios não esteroidais se destacam como primeira linha de escolha para o tratamento da DP. Eles agem inibindo a enzima ciclooxigenase (COX), diminuindo a síntese de prostaglandinas. Contudo, o farmacêutico está apto e amparado pela legislação para atuar com precisão nesta área, prescrevendo os AINEs disponíveis no mercado. O presente estudo teve por objetivo, esclarecer os aspectos associados à patologia descrita, com a finalidade de acentuar os conhecimentos e servir de orientação para os farmacêuticos.</p> 2024-05-15T12:20:54-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1512 EFEITOS CENTRAIS DA SEMAGLUTIDA NO PALADAR HEDÔNICO PARA O CONTROLE DA OBESIDADE 2024-05-20T19:55:26-03:00 Diego Cardozo Mascarenhas diego.mascarenhas@brazcubas.edu.br Diego Copeski de Campos dcopeski@brazcubas.edu.br Bruno Henrique Pererira bruno.gma@hotmail.com <p>Através da observação empírica na prática de dispensação de medicamentos, notamos um aumento na procura por medicamentos análogos do peptídeo 1 semelhante ao glucagon (GLP-1), como o Ozempic®. Estes têm sido utilizados com e sem prescrição médica para o controle da obesidade, devido ao seu aparente efeito anorexígeno na redução do apetite. Para investigar mais a fundo esses efeitos, realizamos uma revisão bibliográfica narrativa utilizando a base de dados PubMed em maio de 2022. Nossa busca focou em artigos de acesso livre publicados entre janeiro de 2012 e maio de 2022. Nosso objetivo foi reunir informações sobre os possíveis efeitos centrais anorexígenos da semaglutida (análogo do hormônio GLP-1) no paladar hedônico. Concluímos que, ao contrário dos agonistas de GLP-1 convencionais, a semaglutida se direciona para o tronco cerebral, núcleo septal lateral e hipotálamo, sem atravessar a barreira hematoencefálica (BHE). Ela exerce seus efeitos neurológicos centrais interagindo com o cérebro por meio de órgãos circunventriculares e locais selecionados adjacentes aos ventrículos. A semaglutida possui efeitos na preferência alimentar atuando em vias homeostáticas (apetite, fome, saciedade) e hedônicas (escolha alimentar, controle), diminuindo o apetite, reduzindo a ingestão de energia e impactando nas escolhas alimentares. Isso resulta em controle dos desejos alimentares, reduzindo a preferência por alimentos gordurosos e energéticos.</p> 2024-05-15T12:22:10-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1409 DIREITO E POLÍTICA: O ESPAÇO DA SUBJETIVIDADE 2024-05-20T19:55:26-03:00 Rafael Lima Rangel Vasconcelos rafaelrangelvasconcelos@gmail.com <p>O presente trabalho aborda a análise da interferência da política no direito e vice-versa. Há espaço para a aplicação da política no direito? O direito foi pensado para ser aplicado com base na política? E sua criação, pode ser feita com base na política? A partir desse artigo, o qual analisará o conceito de direito e suas características, bem como a política e suas características, chegaremos a uma conclusão no sentido de ser, ou não, possível a interferência de um campo em outro.</p> 2024-05-16T14:08:24-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1410 FEDERALISMO E AUTONOMIA DOS ENTES FEDERATIVOS PARA DIVERGIR NAS REGRAS LEGISLATIVAS DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO 2024-05-20T19:55:26-03:00 Rafael Lima Rangel Vasconcelos rafaelrangelvasconcelos@gmail.com <p>O presente artigo aborda a análise da possibilidade do ente federativo, a exemplo de estado ou município, divergir das regras estabelecidas em nível federal para a previdência social. Há casos em que a previdência de um ente federativo é diversa do Regime Geral de Previdência Social. Nessa hipótese, é possível que as regras para a concessão ou cálculo(s) do benefício sejam diversas? A partir desse artigo, será analisada a referida hipótese, com base nos ditames constitucionais e nas regras do federalismo, de modo que se chegará a uma conclusão no sentido de ser, ou não, possível a diversidade de regras.</p> 2024-05-16T14:10:39-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1494 MEMÓRIA E APRENDIZAGEM 2024-05-20T19:55:26-03:00 Caroline de Lima Paiva caroles.paivas@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo tem por objetivo relacionar os conceitos de memória e aprendizagem e suas implicações na aprendizagem, assim como discutir a relação entre afetividade e aprendizagem e também ressaltar os aspectos de quantidade e qualidade do hábito de estudo. Para isso foi empregada a metodologia de pesquisa bibliográfica, tendo como obras de referência Piazzi (2015) e Cosenza e Guerra (2011). Através desse estudo buscamos apresentar como o desconhecimento das principais funções do cérebro impactam no processo de ensino e aprendizagem. Da mesma forma, buscamos ponderar sobre a afetividade e sua influência no processo de ensino e aprendizagem, enfatizando o papel do professor em dar significado àquilo que está sendo compartilhado com o aluno, pois as emoções produzidas durante o processo de ensino impactam diretamente na absorção do conteúdo. E por fim, tratamos sobre o hábito de estudar diferenciando os aspectos de quantidade e qualidade na prática de estudos. Dessa forma, o presente estudo busca refletir o papel do professor como partilhador do conhecimento, que deve ensinar buscando dar significado ao que ensina, tomando sua responsabilidade em relação ao impacto da afetividade na aprendizagem. Além disso, buscamos também destacar a responsabilidade do aluno em ser ativo enquanto estuda e responsável por criar um hábito de estudos. Dessa maneira, buscamos enfatizar que os papéis de professor e aluno são de responsabilidade ativa na prática de ensino e aprendizagem. Assim, quanto ao professor questionamos sua responsabilidade afetiva no ensino, já em relação ao aluno, questionamos se está estudando apenas para tirar boas notas, se está criando um hábito de estudos, para ambos destacamos a importância do conhecimento do funcionamento do cérebro em relação a aprendizagem.</span></p> 2024-05-16T14:13:50-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1486 COMPARAÇÃO DE RÓTULOS NUTRICIONAIS DE MARCAS DE WHEY PROTEIN CONCENTRADO E ISOLADO 2024-05-20T19:55:26-03:00 Rivailta Morari de Assis riva.assis@live.com Thais Caroline da Silva silva.thca@gmail.com Audrey Yule Coqueiro acoqueiro@brazcubas.edu.br <p>Os suplementos proteicos à base de proteínas do soro do leite podem ser encontrados em sua forma isolada, concentrada, hidrolisada ou em associações mistas. O whey protein é um suplemento nutricional prático e versátil, utilizado com o intuito de contribuir para complementar o consumo proteico diário, não somente por atletas e praticantes de exercício físico, mas também para pacientes bariátricos, para o público idoso com sarcopenia e demais condições que exijam aumento da ingestão de proteínas. Contudo, na prática, há dificuldade no momento de seleção da versão de whey protein a ser utilizada. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi analisar os rótulos nutricionais de cinco marcas de whey protein concentrado e isolado, comparando os produtos de uma mesma marca e de marcas diferentes, afim de compreender as diferenças na composição nutricional, na lista de ingredientes e no preço dos produtos. As diferenças nutricionais entre o whey protein isolado e concentrado são pouco relevantes no que concerne ao teor calórico, proteico, glicídico e lipídico, contudo, observou-se quantidade significativa de sódio em algumas marcas, bem como observou-se que os produtos isolados tendem a ter mais aditivos alimentares. O preço difere significativamente entre produtos isolados e concentrados, sendo que os primeiros podem custar 70% a mais do que os últimos, todavia, o custo benefício parece não compensar para a maior parte dos públicos.</p> 2024-05-16T15:52:57-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1518 NOVAS ABORDAGENS NO TRATAMENTO DE DOENÇAS NEURODEGENERATIVAS 2024-05-20T19:55:26-03:00 Diego Cardozo Mascarenhas diego.mascarenhas@brazcubas.edu.br Jefferson Marques Gomes Filho jeffmgf@outlook.com <p>As doenças neurodegenerativas são consideradas neuropatias associadas ao envelhecimento da população e são caracterizadas pela perda progressiva e irreversível de funções cerebrais.&nbsp; Neste contexto, essas doenças carecem de tratamentos profiláticos ou efetivo, sendo o controle de danos através do manejo sintomático a única possibilidade de tratamento para alívio dos sintomas. A Doença de Alzheimer e a Doença de Parkinson são as neurodegenerações mais comuns na população, e levam a défices cognitivos e motores, podendo evoluir à demência. Sendo assim, este estudo de revisão teve como objetivo discutir novas abordagens terapêuticas das doenças neurodegerenativas. Para tanto, foi feito um levantamento de 19 artigos científicos em bases de dados como PubMed, Google Acadêmico e Lilacs, de 2002 a 2021, a fim de discutir-se uma vanguarda terapêutica no âmbito dessas doenças. Conclui-se, a partir do levantamento literário, que fármacos anti-inflamatórios não esteroidais que combatem a inflamação induzida pela necrose da neurodegeneração, podem trazer benefícios cognitivos a curto e médio prazo para os indivíduos. Moduladores alostéricos do glutamato também surgem com um possível novo tratamento para pacientes refratários ao esquema terapêutico clássico. Ademais, as terapias avançadas de transplante neuronal e manipulação genética podem revolucionar clinicamente a maneira com que lidamos com essas doenças, as quais provocam terríveis prejuízos cognitivos nos indivíduos.</p> 2024-05-16T16:02:15-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1407 A FUNÇÃO DO SISTEMA INTERAMERICANO DE DIREITOS HUMANOS: TRATA-SE DE UM DIÁLOGO EM BUSCA DA CONCRETIZAÇÃO DA DIGNIDADE DO HOMEM? 2024-05-20T19:55:26-03:00 Rafael Lima Rangel Vasconcelos rafaelrangelvasconcelos@gmail.com <p>O presente artigo aborda a análise do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, a fim de verificar as suas nuances, o seu processo de criação, a sua finalidade, seus objetivos e, sobretudo, se trata-se de um sistema simbólico, criado somente para ofertar uma resposta à sociedade ou se trata-se de um sistema que garante a eficácia dos Direitos Humanos, com o objetivo de ampliar o campo de aceitação, bem como de concretizar o respeito aos Direitos Humanos, à luz dos diálogos institucionais. A partir desse trabalho, se verificará o que ocorre dentre as duas hipóteses mencionadas e qual seria o posicionamento do Brasil quanto a essas posturas.</p> 2024-05-17T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1440 AÇÃO DO ÔMEGA 3 NO TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM COMORBIDADES 2024-05-20T19:55:26-03:00 Roseli Oliveira roseliapggoliveira123@gmail.com Elisangela Aparecida Quintino Cassarini eli.cassarini@hotmail.com Eduarda Dias Lima eduardadiasmailg@gmail.com Tatiana Santiago tatiana.santiago@brazcubas.edu.br <p><strong>RESUMO</strong></p> <p><strong>INTRODUÇÃO:</strong> O TDAH é caracterizado como uma disfunção geral no sistema dopaminérgico e noradrenérgico envolvidos no TDAH.&nbsp;De acordo com o DSM5, o transtorno de déficit de atenção é uma condição neurobiológica, com prevalência genética, que pode desenvolver-se com predomínio em desatenção ou hiperativo/impulsivo. A concentração de DHA na gravidez e nos primeiros dois anos de vida influencia a cognição e o comportamento até as fases mais avançadas da infância. O TDAH apresenta déficit na função executiva e o consumo do ômega 3, pode agir&nbsp;&nbsp; nessa área. <strong>OBJETIVO: </strong>Analisar a ação do ômega 3 no Transtorno de Déficit de Déficit de atenção e de suas comorbidades na faixa etária de 6 a 19 anos. <strong>METODOLOGIA: </strong>Para esta pesquisa bibliográfica foram utilizados artigos científicos das bases de dados. Os resultados foram apresentados em uma tabela com os estudos de crianças de 6 a 19 anos que suplementaram ômega 3, sua ação no TDAH com e sem tratamento medicamentoso e de suas comorbidades. <strong>RESULTADOS:</strong> Os resultados obtidos neste estudo, apresenta grande relevância sobre a ingestão do ômega 3 na contribuição das comorbidades do TDAH, mas para tratar o TDAH somente com ômega 3, serão necessários mais estudos evidenciando a eficácia. <strong>CONSIDERAÇÕES FINAIS</strong>: Alguns estudos mostram que há contribuição do ômega 3 para este transtorno, outros mostram que ainda faltam evidências em sua eficácia, entende-se, que o ômega 3 especificamente para tratar o transtorno ainda não tem comprovação, portanto, mais estudos deverão ser realizados.</p> 2024-05-20T17:37:34-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1390 A TEMÁTICA DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA A PARTIR DAS CORRENTES DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL 2024-05-20T19:55:26-03:00 Ronualdo Marques ronualdo.marques@gmail.com Diego Andrade de Jesus Lelis diegolellis09@hotmail.com <p>A eficiência energética e a Educação Ambiental são temas importantes para a compreensão do mundo atual e estão presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e nesse sentido, deve estar presente no processo de ensino e aprendizagem no contexto escola. O objetivo deste ensaio centrou-se na reflexão sobre a eficiência energética a partir das concepções das correntes de Educação Ambiental tais como: naturalista, conservacionista, resolutiva, sistêmica, científica, moral/ética, crítica e de Ecoeducação. Conclui-se a partir das reflexões realizadas, é que uma prática pedagógica não precisa e nem deve limitar-se a uma corrente, antes, deve abranger quais sejam possíveis visando ampliar as experiências realizadas, bem como as reflexões, visto que, as correntes se complementam e podem ser grandes aliadas no processo pedagógico.</p> 2024-05-14T15:42:21-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1225 Perspectivas físicas e emocionais na velhice: contexto COVID-19 e as Instituições de Longa Permanência (ILPI) 2024-05-20T19:55:27-03:00 Guilherme Carlos Brech guilherme.brech@saojudas.br Ivan Wallan Tertuliano ivanwallan@gmail.com Jeniffer Ferreira-Costa cjf.jeniffer@gmail.com Thais Silva-Ferreira thais.sil.fe@hotmail.com Daniel Bartholomeu d_bartholomeu@yahoo.com.br Dante Ogassavara dante.ogassavara@gmail.com José Maria Montiel montieljm@hotmail.com <p>As mudanças demográficas indicam a transformação progressiva do perfil global dos indivíduos, o envelhecimento populacional é apontado como uma das mudanças expressivas que trará novas demandas de cuidados integrais a esse grupo em ascendência. De modo geral, a saúde mental e física é afetada por variáveis internas e externas, dois contextos que abrangem importantes fatores é a institucionalização em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e o momento pandêmico da COVID-19. Considerando tal cenário, objetivou-se neste ensaio, versar sobre as temáticas do contexto pandêmico e de institucionalização sobre os impactos físicos e psicológicos na população idosa. Apontamentos corroboram sobre o benefício de atividades estimulantes tanto físicas, quanto sociais e cognitivas para a longevidade saudável. Foi possível concluir que promover cuidados à pessoa idosa é uma forma de ocasionar melhorias em seu bem-estar.&nbsp; Em momento anterior ao contexto pandêmico esta população já apresentava necessidades específicas, porém este fato evidenciou ainda mais vulnerabilidades. Ainda, ao considerar o contexto de distanciamento social preventivo e de institucionalização, nota-se que a falta de participação social e o sedentarismo são aspectos de risco à saúde física e psicológica, fatores com impacto direto na qualidade de vida e autopercepção dos sujeitos idosos.</p> 2024-05-20T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1388 Adultos com altas habilidades / superdotação 2024-05-20T19:55:27-03:00 ELIANA FARIAS elianass@gmail.com <p>Prezado editor,&nbsp;</p> <p>como se trata de uma resenha o arquivo tem menos páginas (e não tem resumo) do que "artigo de pesqusia inédita".</p> <p>esta resenha foi escrita considerando o formato e <em>lay-out</em> comum para este tipo de comunicação escrita.</p> 2024-05-14T15:39:51-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares https://revistas.brazcubas.br/index.php/dialogos/article/view/1403 ESTUDOS JURÍDICOS CRÍTICOS – PENSANDO COMO UM NEGRO: ENSAIO DE HERMENÊUTICA JURÍDICA, DE ADILSON JOSÉ MOREIRA 2024-05-20T19:55:27-03:00 Felipe Antônio Murad felipe.murad@hotmail.com <p>A obra <em>Pensando como um negro: ensaio de hermenêutica jurídica</em>, de autoria de Adilson José Moreira, convida todos e todas para uma reflexão conjunta acerca do papel a ser desempenhado pelo Direito na promoção da igualdade entre grupos raciais. A tessitura argumentativa se desdobra no exame dos pressupostos da atividade interpretativa, concentrando maiores olhares sobre as questões afetas às ações afirmativas e aos crimes de injúria racial.</p> <p>Ao longo de onze brilhantes capítulos, frutos de suas experiências jurídicas, o autor discorre sobre a relevância social da raça, as premissas de um liberalismo jurídico ainda vigente, a falácia da democracia racial, as demandas constitucionais de tutela de minorias e o uso equivocado do arcabouço principiológico no sistema jurídico brasileiro, tudo com o desígnio de lutar contra as formas de subordinação, especialmente as dinâmicas das opressões raciais.</p> <p>Não à toa, é nesse tom que Moreira nos cativa a <em>olhar com os seus olhos </em>uma realidade social repleta de disparidades e um Direito até então avesso às vozes subalternas. Que deixemos, pois, de lado as crenças na neutralidade do sujeito e busquemos a pretensa igualdade de <em>status</em>, ou seja, a materialização de uma cidadania igualitária constitucionalmente prevista, livre das amarras da subordinação racial.</p> 2024-05-14T15:56:52-03:00 Copyright (c) 2024 Diálogos Interdisciplinares