METODOLOGIA SEIS SIGMA COMO MÉTODO PARA REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS NA OPERAÇÃO DE CORTE DE CHAPAS

  • Leandro da Costa Nunes Centro Universitário Braz Cubas
  • Maria Carolina Moraes de Oliveira Centro Universitário Braz Cubas
  • Victor Rosa Diman Centro Universitário Braz Cubas
  • Renato Sabino Geribello
  • Luiz Antonio de Siqueira Centro Universitário Braz Cubas
  • Mayara dos Santos Amarante Centro Universitário Braz Cubas

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar uma demonstração de um projeto Seis Sigma em uma Indústria Metalúrgica, situada em Mogi das Cruzes – SP, demonstrando o processo, recurso e as dificuldades no setor de corte de chapas. A oportunidade de melhoria foi analisada após a identificação da falta de padronização em um de seus maquinários e consequentemente o seu desempenho em relação à redução nos custos de produção, visto que, a variação em seu corte não apresentava a tolerância determinada, resultando o sucateio do material. A utilização da Metodologia Seis Sigma para este caso, é justamente para demonstrar a capacidade de obter resultados significativos através dos “ruídos do processo”, não só no ponto de vista de otimização de lucros e redução de custos, mas também no aumento da confiabilidade do produto e do processo, proporcionando uma estratégica vantagem competitiva no ramo de atuação, capacitando a empresa a se fortalecer, empenhando um melhor posicionamento diante do mercado e de seus concorrentes, além de atender a voz do cliente e alcançar resultados tangíveis no negócio, através de um alvo bem definido que esta metodologia proporciona. As atividades e ferramentas deste artigo estão baseadas no roteiro DMAIC, onde definimos o problema a ser abordado; mensuramos através da análise dos processos e dados; com base nas análises causais dos dados coletados desenvolvemos mudanças; de maneira estruturada testamos as mudanças e por fim estabilizamos o processo, controlando todas as fases impulsionadoras que esta metodologia proporciona e que tem como premissa o acentuado embasamento em suporte estatístico. O fator chave para o bom êxito da implantação está no comprometimento e desenvolvimento de todas as etapas e funções do projeto.

Publicado
2022-04-22

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>