Tipos de pastilhas de freio e comparação entre pastilhas de cerâmica e metálica

  • rodrigo de matos nogueira Braz Cubas
  • Joao Vitor Paixão Braz Cubas
  • Ana Carolina Oliveira Braz Cubas
  • Mayara dos Santos Amarante Braz Cubas

Resumo

       Desde o início da utilização dos veículos automotores, o maior e principal objetivo foi andar mais rápido. Independente da direção, esse sempre foi o desejo dos fabricantes e consumidores.

        O motor e a aerodinâmica são principais responsáveis pela velocidade dos carros projetados para corridas e arrancadas, atingindo sua velocidade máxima. Já no Rali, para conseguir realizar as manobras, os carros precisam de uma suspensão reforçada. Nos veículos de passeio, o condutor deseja um sistema prático, que lhe ofereça segurança ao acelerar.

       Pensando nessas necessidades e obviamente na Tecnologia de mercado, em 1978 a Ford iniciou os testes do Sistema de freio Antilock Braking System (ABS) nos veículos de passeio, onde já haviam sido realizados testes e experimentos em aviões e motos: A frenagem evita que a roda bloqueie e consequentemente entre em derrapagem, fazendo com que o automóvel fique sem aderência á pista. Desta forma, é possível que em uma situação de risco o condutor consiga se desviar de obstáculos enquanto freia, considerando que a derrapagem é um dos principais motivos de acidentes.

      O sistema Antilock Braking System (ABS), tem por componente: Disco de freio, cilindro de roda, mangueira, conduíte, cilindro mestre, hidro vácuo, reservatório, roda fônica, bomba hidráulica, válvula, sensor de rotação, central eletrônica de comando (UCE), pedal de acionamento e Pastilhas de freio.

      Cada um dos tipos de freio tem sua função e todos mencionados ainda são utilizados hoje em dia. O tambor por exemplo: É útil em veículos pesados, em suas rodas traseiras devido a força de frenagem.

      Freio Antilock Braking System (ABS) e a disco: ambos os freios, possuem pastilhas de freio, aos quais na hora do acionamento causam a parada da roda. No entanto, a frenagem do freio Antilock Braking System (ABS), ao ser acionado não faz com que a roda seja bloqueada, a roda não é bloqueada automaticamente e sim aos poucos, fazendo com que a aderência com a pista seja maior e o risco de derrapagem seja menor

Publicado
2018-06-04

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 4 > >>