Análise metalográfica de aço 1045 normalizado e recozido

  • Patrick Onassis de Oliveira Cruz Braz Cubas
  • Mayara dos Santos Amarante Braz Cubas
  • Gabriela Lourenço Pereira Braz Cubas
  • Nathan Dias Garcia da Silva Braz Cubas
  • Cristian Santos de Oliveira Braz Cubas

Resumo

A microestrutura do aço carbono vem sendo estudada em muitos trabalhos, porém a obtenção de altos percentuais de oxidação ainda é um desafio. Neste trabalho foram utilizados diversos procedimentos, visando obter amostras para caracterização microestrutural. Foram realizadas análises microestruturais antes e depois das amostras serem tratadas física e quimicamente. A partir deste estudo, devem ser compreendidos as mais diversas formas de análises metalográficas e seus respectivos modos de tornarem aquilo que foi estudado nas teorias, ou seja, livros e arquivos, mais fáceis de entender por meio de experimentos e procedimentos práticos.

O conceito da metalografia se explica pelo seu próprio nome, ou seja, “Metalo” de metais e “grafia” de escrita, “A escrita dos metais”, esse conceito refere-se às informações que os metais conseguem transmitir a partir de suas estruturas constantemente alteradas em função do tratamento que lhes são impostos. Além disso, podemos atribuir o estudo dos metais a qualquer outro material, uma vez que é necessário um tratamento específico para os materiais que irão passar por análises. No estudo a seguir estão contidos todos os processos pelos quais foram obtidos os resultados desejados, tais como lixamento na lixadeira de fita rotativa, lixamento na plataforma e polimento da amostra, processos estes que na teoria parecem ser um tanto quanto fáceis, porém na prática demonstram-se totalmente difíceis uma vez que demandam movimentos repetitivos e constantes, quaisquer mudanças em seus roteiros podem acarretar em futuras dificuldades para as próximas etapas. Além destes problemas também deve se levar em consideração a atenção requirida por tal processo, já que por se tratar de metal, as amostras podem ser facilmente expostas à oxidação.

Publicado
2018-06-06

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 4 > >>