SEIS SIGMA

APLICAÇÃO DA METODOLOGIA EM INDÚSTRIA DE ESTAMPARIA NO CONTROLE DE PEÇAS METÁLICAS

  • Romildo Dantas Melo Braz Cubas
  • Mayara dos Santos Amarante Braz Cubas
  • Renato Sabino Geribello Braz Cubas
  • Felipe Carlos Xavier Braz Cubas
  • Leandro Santos Cordeiro Braz Cubas
  • Leila Alves Braz Cubas
  • Rafael Ferreira Reisinger Braz Cubas
  • Wilson Silva Braz Cubas

Resumo

O presente artigo trata-se de um estudo de caso realizado em uma indústria de estamparia de peças metálicas, aplicando-se a metodologia Seis Sigma descrevendo as análises sobre a estratégia de organização de redução de refugos e retrabalhos, propostas de melhorias e o aumento da qualidade dos materiais, revisando e mantendo os projetos atualizados. A metodologia Seis Sigma é composta de etapas conhecidas por DMAIC, que geram relatórios, tabelas e índices de refugo e retrabalhos, mostrando as ações que foram medidas e que serão aplicadas, e o conceito das ferramentas do Seis Sigma como os cálculos de desvio padrão, mapeamento do processo (Fluxograma) metas de qualidade no processo, o método DMAIC (definir, medir, analisar, melhorar e controlar), histograma, avaliações de risco, diagrama de causa efeito e etc. Seis Sigma é uma metodologia rigorosa que utiliza ferramentas e métodos estatísticos para definir os problemas e situações a melhorar, medir para obter a informação e os dados, analisar a informação coletada, incorporar e empreender melhorias nos processos e, finalmente, controlar os processos ou produtos existentes, com a finalidade de alcançar etapas ótimas, o que por sua vez gerará um ciclo de melhoria contínua. Em outras palavras o Seis Sigma é um método que utiliza cálculos probabilísticos e estatísticos e aplica ferramentas da qualidade para tornar os processos robustos, de tal forma que atendam às necessidades dos clientes internos e externos. Entendemos por processos robustos, processos suficientemente confiáveis, “fortes”, processos que apresentam a menor variação possível. Todo este estudo resultara aproximadamente em uma redução no índice de refugo de 87%, um aumento de 8,5% na produtividade ao eliminar gargalos, e redução de 15% os custos com produção.

Publicado
2018-11-19

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>