PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO E APLICAÇÕES DO GEORADAR NA CONSTRUÇÃO CIVIL

  • Caroline Katayama de Lima Oliveira Braz Cubas
  • Júlio César Swartele Brazcubas
  • Ronaldo Barros Órfão Brazcubas
  • Mayara dos Santos Amarante Brazcubas

Resumo

O Radar de Penetração do Solo (Ground Penetrating Radar ou GRP) é um aparelho que pode auxiliar na erradicação de problemas da construção civil relativos ao monitoramento e sondagens do solo e estruturas. A partir das primeiras pesquisas relacionadas à propagação de ondas eletromagnéticas sobre e pela extensão de superfícies realizadas em 1900 e após 85 anos de desenvolvimento com aplicações de pesquisa científica e do programa espacial americano na Lua, o aparelho, inicialmente desenvolvido para comercialização no Japão nos anos 80, se tornou disponível no mercado. A técnica usada pelo aparelho consiste na emissão de ondas eletromagnéticas de alta frequência em superfícies e análise das diferentes reflexões da propagação dessas ondas em diferentes tipos de materiais, permitindo identificá-los a partir das equações do vetor densidade de corrente elétrica, do vetor de deslocamento elétrico e vetor densidade do fluxo magnético presentes na teoria eletromagnética. Por fim, a grande variedade de aplicações do aparelho se estende a inspecionar asfalto permitindo a retirada de amostras em quantidade e nos locais adequados além da verificação da espessura e presença de degradação subterrânea. Tais análises podem contribuir na diminuição do índice de 57% de rodovias avaliadas como regular, ruim ou péssima dos 107.161 km inspecionados pelo Conselho Nacional de Transporte.  Em concreto é possível delinear as espessuras de camadas, localizar precisamente a posição de objetos embutidos tais como vergalhões, cabos elétricos e conduítes além de identificar anomalias como rachaduras profundas, vãos e deterioração. Enfim, a versatilidade e eficiência do aparelho será de grande utilidade no cenário brasileiro.

Publicado
2019-06-17

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>