A CORRELAÇÃO ENTRE ERGONOMIA E OS REFLEXOS SOCIOLÓGICOS DOS ACIDENTES AO TRABALHADOR E FAMÍLIA

  • Jonny dos Santos Nascimento Brazcubas
  • Renato Sabino Geribello Brazcubas
  • Mayara dos Santos Amarante Brazcubas

Resumo

Este trabalho concentra-se em demonstrar a origem do pensamento ergonômico, visando a otimização do trabalho em função do tempo tendo como princípio a saúde do indivíduo. Levando como base o desenvolvimento de habilidades do ser humano na utilização de ferramentas no começo de sua evolução até os estudos realizados por meio de laudos ergonômicos, estudando as condições atuais do ambiente e elaborando planos de ação para se oferecer a melhor condição de trabalho para o colaborador tendo também a finalidade de se obter o seu melhor resultado em termo de produtividade.

Após a descrição da origem da ergonomia e dos conceitos de “acidente de trabalho”, este estudo consiste em correlacioná-los aos reflexos na vida do trabalhador em sua vida social. Demonstrando as consequências para os indivíduos expostos à condições ergonomicamente desfavoráveis em diversos níveis de gravidade de doenças ocupacionais. São mostrados também quais os benefícios para os colaboradores e para a organização em se adequar o ambiente ergonomicamente, onde todos tendem a ganhar, seja o colaborador que terá as melhores condições para desenvolver seu trabalho, seja para a organização que terá a produtividade com qualidade e a redução de custos em diversas áreas, até mesmo, com indenizações, afastamentos e outras questões. Como forma de medida de ação para tais questões ergonômicas nas organizações, é apresentado o conceito da ferramenta “laudo ergonômico”. Também é apresentado a sua metodologia para que seja bem executado e que possa ser utilizado como a principal ferramenta para a aplicação de conceitos de ergonomia no ambiente de trabalho. Além de considerar os reflexos sociais dos acidentes na vida social dos trabalhadores.

Publicado
2019-12-04

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 > >>