Representação de alunos junto ao MP solicita investigação em contrato sobre estudo de mobilidade

2017-06-07

O promotor Felipe Duarte Paes Bertolli, do Ministério Público de Mogi das Cruzes, recebeu na noite de segunda-feira, uma representação que pede a investigação de um contrato firmado entre a Prefeitura e a empresa Tranzum Planejamento e Consultoria de Trânsito para a realização de um estudo de mobilidade, que irá apontar projetos urbanos para a acessibilidade dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), localizada, no Jardim Betânia (veja matéria com o posicionamento da Prefeitura).

Assinam o pedido de instauração de um inquérito cível público sobre o assunto, os alunos do sexto semestre da Faculdade de Direito da Universidade Braz Cubas, Dorival Aparecido Batista, Élida Lima da Silva, Fernanda dos Passos da Silva, Nathalia Cristina Xavier dos Santos, Karla Dias e Samuel Santos de Freitas.

 

 

Créditos: Eliane José. O Diário de Mogi, Cidades. Quarta-feira, 7 de Junho de 2017.

Artigo completo:<http://odiariodemogi.com.br/mp-vai-apurar-atraso-em-obra-de-acessibilidade-da-prefeitura/>