O SUS – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE COMO “WELFARE STATE” BRASILEIRO

DA CRÍTICA AO ESTATUS DE MODELO PARA O MUNDO

  • Luís Antonio Barboza da Silva Centro Universitário Braz Cubas
  • Renata de Macedo
  • Geconias Chaves dos Santos
  • Caroline Costa Almeida Pereira
  • Dorothy Monteiro Pinto Nishiharu
  • Adilsen Cláudia Martinez Centro Universitário Brazcubas
Palavras-chave: Sistema Único de Saúde, Welfare State, Políticas Públicas

Resumo

Este artigo traça um paralelo entre o conceito de Welfare State e os objetivos
do SUS – Sistema Único de Saúde. Nesse afã, visa também capturar a essência dessa
política pública tão inovadora e ao mesmo tempo tão abandonada à própria sorte por
reiteradas administrações desastrosas do Estado brasileiro. Por fim, visa mostrar como
uma ideia tão única e tão controversa serve de modelo para países, até mesmo de primeiro
mundo, mesmo diante de tanto caos em emergências, corredores e enfermarias.

Biografia do Autor

Adilsen Cláudia Martinez, Centro Universitário Brazcubas

Mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil(2002). Professor Associado I, Centro Universitário Brazcubas, Mogi das Cruzes, Brasil.

 

Publicado
2018-12-16
Como Citar
Barboza da Silva, L. A., de Macedo, R., Chaves dos Santos, G., Costa Almeida Pereira, C., Monteiro Pinto Nishiharu, D., & Martinez, A. C. (2018). O SUS – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE COMO “WELFARE STATE” BRASILEIRO: DA CRÍTICA AO ESTATUS DE MODELO PARA O MUNDO. Revista Do Curso De Direito Do Centro Universitário Brazcubas, 2(1). Recuperado de https://revistas.brazcubas.br/index.php/revdubc/article/view/578

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##