AVALIAÇÃO DO MEDO, ANSIEDADE E PERCEPÇÃO DA DOR EM INDIVÍDUOS SUBMETIDOS AO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO

  • Fellipe Pereira mourao ESFA

Resumo

O presente estudo teve como proposta, avaliar o medo, ansiedade e percepção da dor de indivíduos submetidos ao tratamento odontológico na Clínica da Escola Superior São Francisco de Assis (Esfa), Santa Teresa, Espírito Santo. A amostra constitui-se de 60 pacientes, de ambos os gêneros, de faixa etária acima de 18 anos, que estavam em tratamento odontológico. Para o levantamento do medo, ansiedade e percepção da dor, os pacientes foram submetidos à Escala de Ansiedade Odontológica (DAS), Escala de Medo Odontológico (DFS) e Escala de Avaliação da Percepção da Dor (EAPD). Os dados obtidos indicaram que tanto a ansiedade quanto o medo estavam presentes em 86,7% dos casos e ausentes em 13,3%. Em relação à dor, 56,7% dos casos a apresentaram, e 43,3% não apresentaram. A partir destes resultados, conclui-se que: a grande maioria dos pacientes (86,7%) apresentou medo e ansiedade frente à experiência odontológica; a maioria dos pacientes (56,7%) apresentou dor dentária durante o tratamento odontológico.

Publicado
2020-12-19